domingo, 15 de julho de 2012

Criminosa

Sinto-me ums criminosa...
Ultimamente tenho passado muito tempo a fazer algo que nunca me tinha passado pela cabeça antes:

* dou comigo a navegar pela net em sites sobre bebés- sim tudo sobre bebés: carrinhos auto, roupa, biberons, produtos para rabinhos irritados, mesas de muda de fralda, bicos para as mamas, etc etc etc...uma infinidade de artigos que eu até fico confusa;

* leio artigos sobre a gravidez, sobre o parto...normal ou cesariana, prós e contras;

* compro revistas de puericultura (uma palavra nova que eu nunca soube que existia) e devoro-as até à ultima linha da última página e viro para ver a publicidade à nova cadeira auto Chicco...;

* babo-me a ver pais carinhosos com os seus filhos, observo os seus jogos, as suas conversas, a troca de carinhos;

* imagino-me grávida com uma barriga enorme e linnnda, procuro na net roupa de grávida e roupa para amamentação;

* pesquiso sobre a criopreservação das células estaminais do sangue do cordão umbilical;

* penso em eventuais nomes a dar à criança;

Faço isto tudo e sinto-me uma criminosa...
Porquê
Porque faço tudo isto às escondidas como se fosse algo terrível e como se estivesse a prejudicar alguém.
É uma nova fase da minha vida, uma fase de sonho, idealização, expectativa, descoberta, anseios e alguns receios naturalmente... mas uma fase que não posso partilhar com ninguém. O relógio biológico que despertou foi só o meu, o do meu namorado continua sem dar sinal de vida. Sei que tenho que respeitar a posição dele, não o posso obrigar a dar um passo tão importante. No entanto sinto que á algo que eu não posso anular em mim.São sentimentos demasiado importantes para fingir que não existem!

Sinto-me uma criminosa...
Gostava de poder saborear estas emoções sem este sentimento de culpa em cima de mim.

Sem comentários: