domingo, 16 de setembro de 2012

Crise? Onde?

Fala-se em crise mas eu não sei onde ela anda.

Os restaurantes estão cheios, as esplanadas cheias estão, a empregada de limpeza tem um iphone, a estagiária tem um iphone, a empregada da manicure tem um iphone, a minha sobrinha tem um telemóvel melhor que o meu, não falta povo no cabeleireiro, etc e tal.

Eu não percebo o povo queixa-se mas afinal há dinheiro para tudo.

2 comentários:

S* disse...

Realmente, noto o mesmo.

Urso Misha disse...

Eu trabalho à 11 anos, ordenados a horas, não recebo o ordenado minimo e tenho um samsung a 100€.
Prioridades...