quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Ilusões

Normalmente diz-se que o amor supera tudo.

Não concordo.

Eu já disse muitas vezes: amar só não basta!

A vida é mais complicada que isso. Sim, nem tudo pode girar em torno do amor. Se assim tivesse sido eu agora estava ainda casada, sem trabalhar porque ele não queria, agarrada ao fogão a cozinhar interminavelmente com crianças ranhosas agarradas ao meu avental, enquanto ele sustentava a família passando o dia no ginásio e a noite a fazer segurança nas discotecas. Teríamos filhos porque ele me amava muito mas contra a minha vontade. Passaria o dia fechada em casa porque ele não queria que eu convivesse com ninguém e usaria o meu canudo para acender a lareira. Ele tomaria café sozinho todos os dias porque sim. Eu não poderia frequentar o ginásio porque iria para lá me exibir. Colocar o silicose estaria completamente posto de parte porque mulher dele não faria tal coisa porque não era puta. Se algum homem reparasse em mim seria porque eu estava a provocar mas se alguma gaja olhasse para ele eu teria que me sentir vaidosa por isso. Eu não poderia ter um gato porque lá em casa mandava ele. etc e tal

E não querendo remoer mais o passado e porque já não tenho 20 anos, reafirmo:  amar só não basta.

É preciso que os feitios sejam compatíveis, que haja confiança,  que se caminhe na mesma direcção, que se respeite os sonhos dos outros e os acompanhemos de perto, que não exista família a meter veneno, que não haja passado entre muitas outras coisas.

5 comentários:

Urso Misha disse...

Bom post.
feitios compatíveis, confiança, respeitar os sonhos dos outros e familia phodida, são para mim factores importantes e quando um destes ou mais falham é dificil manter uma relação...
sei por causa dum amigo :)

S* disse...

Se houver amor, há dedicação, amizade, companheirismo... e isso sim, parece-me capaz de superar muita coisa.

Morango Azul disse...

Ai a inocência própria da idade é tão bonita.

Urso Misha disse...

Concordo com a MA, amor não chega, ouço no mesmo dia amo-te 20 vezes e não sinto nem uma unica vez certos dias, escreve sms a dizer amo-te e quando me vê, fala parece que tem 7 pedras na mão e eu pergunto mas tu amas? e a resposta é sim, se calhar são formas de amor, e garante que ama, eu explico que amar e amor são outras coisas como a MA refletiu aqui, amor não é só estar abraçado a ver as novelas da tvi e o ss3 e fazer cafunés e massagens e dizer coisas bonitas, isso é bom para um não é para dois, durante 5 anos até pedia desculpa pelos erros dela, tudo era desculpa para aquela atitude, melhorou mas a história não se apaga...

Anónimo disse...

Quem me dera encontrar uma mulher como a minha maezinha querida e que tu tão bem descreves no teu post fenomenal...

Procuro.... mas não encontro e ultimamente só me saem duquesas ou tesas, e é por essa razão e por outras que eu continuo a mandar postais!

Peter Pan