quarta-feira, 31 de outubro de 2012

E é nestas situações que revelo o meu mau feitio

Cena:

Eu ausento-me para a sala reservada para contar moedas que um cliente deixou. Neste momento não existem clientes ao balcão.
Fica um colega a fazer o atendimento de caixa ao seu próprio ritmo,ou seja devagar, porque também navega na net simultanêamente.
Outra colega, que também exerce funções de caixa, está no gabinete a desabafar pela milionésima vez sobre o seu divórcio.

O movimento ao balcão aumenta e começa a ficar fila.
Um dos responsáveis do balcão vem ter comigo e diz:

- É melhor parar o que estás a fazer porque há clientes à espera.

Ora penso, muito rápidamente, ai EU é que tenho que parar de trabalhar enquanto a outra está na treta?EU EU EU??? Já foi tempo!!! Respondo:

- EU estou a trabalhar. Quem está na conversa que vá atender!

Quem está na treta fica muito ofendida por ter sido chamada para trabalhar. Imagine-se o atrevimento deles...agora querem que ela trabalhe...que abuso...então se ela for trabalhar como é que vai meter a conversa em dia? Eles pensam que ela não tem mais nada para fazer? Trabalhar...que abuso!

Mas a má da fita sou eu, que devia trabalhar pelos 3, caladinha e sorridente, ainda por cima! JÁ FOI TEMPO!

Elas andam por ai...todo o ano

Não, não vou festejar o Halloween.
Ando rodeada de bruxas o ano todo!

A fama vem de algum lado

Realmente há mulheres que não conseguem estar 1 minuto caladas.
Falam, falam, falam, mas nunca dizem nada.
Mudam de assunto rápidamente, depois voltam ao assunto anterior, ninguém as entende. Pior é que nem se apercebem que estão a falar sozinhas porque quem está ao pé delas, perde o fio à meada e desliga o botão. É simplesmente impossivel acompanhar tal trama.

Como diz o meu pai: parece que engoliram uma grafonola.

Ver imagem em tamanho grande







Já eu aprecio o silêncio.

Nunca hei-de entender

Porque é que as mulheres quando casam adoptam o nome do marido!?

Para mim é perder a minha identidade, renunciar ao meu nome de família, ao que sou desde nascença.

Mudam a hora e não avisam

Como é que eu explico ao gato que a hora mudou e que às 6 da manhã não é hora de me acordar para comer?

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Minto com todos os dentes e mais alguns

Se há coisa que nunca fui é mentirosa, e com muito orgulho. Aliás sempre pequei por ser tão frontal e directa.

Nunca menti…até há uns meses.

Minto religiosamente quando ainda juro a pés juntos que não quero ter filhos.
É algo que não consigo assumir. Também não é que tenha que o fazer, porque não devo satisfações a ninguém. Guardo o assunto reservado a um número muito estrito de pessoas, 2 ou 3, em quem confio religiosamente.
Apesar de saber que não estou a fazer mal a ninguém, não gosto desta sensação de andar a enganar os outros, de mentir… não sei explicar…sinto-me mal. Por outro lado prefiro revelar quando estiver tudo bem concretizado, para não dar azar. Quero fazer surpresa, mas uma GRANDE surpresa.
A primeira a cair para o lado é a minha mãe. Apesar de ela já me ter dito que eu seria uma boa mãe. Já desistiu de insistir na ideia, tanto foram os raspanetes que lhe dei.
Das amigas espero um grande sorriso e abraço.
De uma colega espero ouvir Tá tola, não sabe no que se está a meter, depois que não se venha queixar.
De muita gente vou ouvir, ai e tal eu sabia que ias mudar de ideias, toda a gente quer filhos. Sim, sou uma mulher como tantas outras com a diferença de só ter visto o tal bichinho despertar perto dos 35 anos. Pronto, ok, sou lenta, já sei!
Isto para não falar no pai da criança que nunca mais vai ter sossego. Vai passar noites mal dormidas com receio do que vem por ai… Mas vai-me abraçar e dizer que nos ama, de princesa vou passar a rainha e faço intenções de ter MUITOS desejos.

Ao companheiro da minha colega

Tenho-te a dizer que a tua mulher não está gorda.

Está GRAVIDA de 6 meses CARALHO!

Há tipos que me tiram do sério...

Olha vai cagar pró mato

Enquanto namorávamos ele ofereceu-me um batom vermelho vivo e respectivo gloss da Givenchy.
Usava-o sempre que íamos para a night, ou seja, todas as sextas e sábados.
Casamos.
Usei o batom, como normalmente. Diz ele:

- Vais sair com essa cor na boca? Pareces uma puta!

Temos pena.

Ainda sou do tempo...

Em que os professores davam aulas em cima de um estrado e se nos portássemos mal levávamos umas reguadas.

Antigamente não ficávamos traumatizados!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Opções de vida

Após tanta polémica no blog da Pólo Norte devido à amamentação, tenho a dizer:

Quem devia amamentar era o homem!!!

Quer-se dizer, nós mulheres, aguentamos os enjoos e o cansaço de uma gravidez, o nosso cabelo e dentes ressentem-se, ficamos com estrias, carregamos a criança durante 9 meses, ela sai de dentro de nós, trazêmo-la ao mundo, vamos amá-la incondicionalmente, passaremos os proximos anos a mudar fraldas e ainda temos que dar de mamar?

Afinal para que servem os homem?
Sim, se eles são o sexo forte, porque é que a natureza não lhes atribuiu a tarefa de amamantar? (já que dar à luz todos sabemos que nunca seriam capazes) Porque têm que ser as mulheres a acordar de 3 em 3 horas, sem ter uma noite de descanso?

Vou reclamar junto do criador e volto já.
(...)
(...)

Ele disse:

"Mulheres, só complicais!!!
Nunca estais bem!
Eu faço-vos morenas, vós pintais o cabelo de loiro;
Eu esculpo-vos gordinhas, vós fazeis lipoaspirações;
Eu dou-vos um peito pequeno, vós colocais silicone;
Eu criei o homem e vocês casam-se com mulheres;
E agora vêem me importunar acerca da amamentação? Oiçam mulheres, eu dei-vos inteligência para poderem tomar decisões sozinhas!

Quem quer dar de mamar dá, quem não quer vai à farmácia!"



Já há muito que eu digo mas ninguém acredita...


domingo, 28 de outubro de 2012

Guerra dos sexos

ele - Oh gato, tu estás sempre a resmungar...devias ser gatAA...

eu - Anda cá bebé... dá-me um beijinho...ai agora não queres colo??? Ainda há 5 minutos querias comer e eras todo miaus, olhos derretidos, mimalhices! Vé-se mesmo que és macho...apanhas-te servido e depois já não ligas nenhuma!


sábado, 27 de outubro de 2012

Estava mesmo a precisar de uma assim...

Fechei os olhos e deixei-me levar.

Usufruí daquele prazer durante horas. Há tanto tempo que não acontecia assim, sem pressa, sem preocupações... Quando acabou estava relaxada e pronta para tudo.

Estava mesmo a precisar de uma noite destas.
Há anos que não dormia 12 horas seguidas.




Desistir

Dizem que desistir é coisa de fracos.

Depende!

Se se estiver a bater com a cabeça na parede, desistir só traz vantagens.


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Já dizia o outro

Fia-te na virgem e não corras. Verás o tombo que levas.

It´s payback time

Dizem que saber esperar é uma virtude.

Eu esperei impacientemente... dia após dia... 2 anos e meio depois... hoje...chegou a hora.

Vêm comer aqui...às minhas mãos!

It´s time.

E porque o Natal é quando um Homem quiser

Mujer-Bota-HI14820-AZUL

Botas hispanitas.
Adoro, já estão lá em casa.

Eu sei que ainda é cedo...

Já compramos algumas prendinhas de Natal e para a semana vamos comprar a árvore e os enfeites.

Estou ansiosa para ver o gato a destruir tudo.

:))



quinta-feira, 25 de outubro de 2012

O lado positivo... do lado positivo

Tenho a dizer que devido à passagem de ano chinesa, grande parte dos resorts nas Maldivas estão lotados. Quem quiser marcar férias entre a 2ª e 3ª semana de Fevereiro, esqueça!
Fui obrigada a antecipar as férias para Janeiro (melhor ainda), mas depois olhando atentamente para o calendário reparei que calha mesmo no meu período fértil…que chatice…lá vou ter que fazer o filho nas Maldivas.

O meu slogan preferido

Vota no piririca...pior do qui tá num fica!

Foi nas eleições no Brasil.

Castelo Branco a presidente

Castelo Branco vai concorrer à Camâra de Sintra.

Mais em :
http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Lisboa&Concelho=Sintra&Option=Interior&content_id=2845959

Pois eu acredito que ele terá votos. Afinal os politicos são todos iguais, só querem ir para para o poleiro enriquecer à nossa custa e favorecer os amiguinhos, assim com o Castelo Branco os habitantes até se divertem um bocadinho.

Se eu morasse em Sintra iria votar nele, sem dúvida. Nem que fosse só para mostrar aos politicos o meu descontentamento.

Ainda sou do tempo...

Em que bastava a minha mãe OLHAR para mim com AQUELA expressão desaprovadora…para eu saber que se repetisse a gracinha iria sofrer consequências.

Levei algumas sapatadas e sofri castigos.
Se morri? Não.
Se fiquei traumatizada? Não.
Se fui parar ao psiquiatra? Não.
Se odiei a minha mãe? Não! Sempre a amei e agora de adulta agradeço a sua disciplina e educação.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Obrigada, nao!

A justiça não se agradece. Exige-se!

Não deve ser fácil aguentar...

Já há semanas que não via noticiários. No sábado decidi espreitar.

Reparei que o Passos Coelho e o Paulo Portas estavam com um ar visivelmente abatido, pálido, cansado, com olheiras e até me pareceu que estavam mais magros. Fiquei com pena deles, coitados. Estavam com aspecto de quem dorme pouco e mal. Mas a vida é assim e já todos passamos por fases como estas, principalmente na juventude.

São sinais de quem perde a noite a festejar, bebendo e lançando foguetes, a celebrar divertidos, a maneira como phoderam o povo português, e expectantes com o que ainda andam a tramar, confiantes que vencerão, sendo certo que eles e os amiguinhos permanecerão intocáveis e de boas finanças.

Susto de morte

Estava numa localidade desconhecida. Estacionei o carro e fui tratar de uns assuntos.
Enquanto regressava à viatura avistei um papel a esvoaçar na escova limpa vidros.

Merda, uma multa!!!


Olhei em redor… zona de estacionamento pago..xi, nem reparei…. Quanto será a desgraça? Retiro o papel e leio:

-blá blá blá…3.340 €

Whatiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

O mundo pára, a minha temperatura sobe, o coração dispara, as pernas tremes e o suor começa a escorrer… 3.340 € ?!?!?!

Finalmente acordo e termina o pesadelo. Que alivio.
Comigo é em tudo em grande. Até os pesadelos!!!

Tá crise tá

Dizem que a crise é mundial.

Se calhar é por isso que estou a tentar marcar a nossa viagem às Maldivas com 4 meses de antecedência e a resposta dos operadores é:

Já não há disponibilidade de quartos.

E eu a pensar que era a única a querer fugir da crise para uma ilha paradisíaca, com água quente, cristalina e repleta de vida animal, queimar ao sol e fazer snorkling todos os dias.

Camelo?!

Há quem faça sexo como os coelhos.

Eu faço como os camelos... durante uns dias é de manhã, à tarde e à noite...depois passam-se dias, até semanas, em jejum

Tenho sede!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Será que só acontece comigo?

Os meus dedos devem ser mesmo muito gordos… ao escrever no smartphone acerto nas letras ao lado, acima e abaixo daquela que pretendo. Tenho que fazer dieta, estou  a ver!

Xeque-mate

Quem é o gato mailindo do mundo, quem é, quem é? É o MEU fofinhinho, parece um peluche, dá um beijinho à mãe dá… Miau

-É o MEU gato, frisa o meu namorado. MEU gato lindo.

MEU gato, MEU! Respondi

- MEU, insistiu ele

Hum… Olha o TEU gato lindo, descobriu as minhas botas de cano alto preferidas e decidiu afiar as unhas lá. Por isso, deves-me umas novas porque o TEU gato lindo as inutilizou.

(…)
(…)

- Sim, podes escolher umas botas novas que EU e o MEU gato pagamos!

Vida a dois: o supermercado

Uma amiga minha comprou casa.
Tem que fazer as limpezas. Decide ir ao hipermercado com o namorado. Compraram exclusivamente produtos de limpeza. Demoraram 2 horas. Não se entendiam em relação ao que comprar.

Posto isto tenho a dizer:

Ponto n.º 1

Não se leva gajos atrás de nós para o supermercado. Só atrapalham! Ou vamos sozinhas ou vão eles sozinhos.

Ponto n.º 2

Não deixar meter o bedelho onde não são chamados. Que merda é essa de um gajo dar palpites acerta dos DETERGENTES? Poupem-me!

Ponto nº 3

E não me venham com tretas de que “ ai e tal ele não sabe o que comprar por isso tenho que ir com ele”. Fazem uma lista com o que comprar, tipo de produto, marca, quantidade, cor da embalagem se for preciso.

Ponto n.º 4

“Ai e tal mesmo com a lista ele troca tudo e não compra o que eu quero”… Jogada de mestre dele!!! Faz de propósito para nos aborrecer a para a próxima não o mandarmos lá. Temos que ser mais mulas que eles. Das duas uma: ou o mandamos trocar tudo ao supermercado ou fingimos que está tudo óptimo e na semana seguinte ele vai lá novamente.

Ponto n.º 5

“Ai mas ele demora muito tempo a fazer as compras”. Não faz mal, demora mas antes isso do que estar em casa assapado no sofá a ver TV enquanto nós vamos às compras, tratamos dos miúdos, estendemos roupa, passamos a ferro, aspiramos, limpamos o pó, cozinhamos etc e tal.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Politicamente incorrecta # 4

Como de costume a TV estava ligada durante a hora de almoço.
O drama era que uma Mãe não tinha pago o que devia à escola frequentada pela filha e vai daí a escola não permitiu a entrada da miúda no refeitório, deixando a comer "algo" na sala de estudo acompanhada por uma educadora.
Pergunto?
Sim? e depois? Onde está o drama? Se a Mãe não pagou a criança não pode comer. Tá certo. Senão os outros pais que pagam deixam de o fazer.
Ai e tal coitada da criança, não tem culpa. Pois não isso é verdade. Mas em primeiro lugar quem tem que se preocupar com isso é a Mãe dela e depois ninguém disse que a vida era justa.
Mais, se calhar a mãezinha da criança diz que não tem dinheiro para pagar à escola mas se formos a ver, anda com malas guess, vai ao cabeleireiro todas as semanas, tem unhas de gel, vai tomar o pequeno-almoço ao café diariamente, fuma, veste roupas de marca, etc e tal.
Ai coitada da criança, sim coitada, mas nem ma Santa Casa de Miseridórdia as coisas são de graça.
O povo tem filhos como quem come gelado e depois os outros é que têm que se preocupar em os alimentar,educar, vestir... Na hora do bem bom não chamaram ninguém para ajudar a fazer o filho.
Estou farta de atirarem a culpa para o estado ou para a sociedade.


Um dia normal de trabalho


Se eu deixar

o meu gato come pipocas e gelado.

Guloso pá!!!

sábado, 20 de outubro de 2012

Alguém interessado?

Dá-se gripe em perfeito estado de conservação e com potencial de desenvolvimento. Oferta ainda de nariz entupido, dor de cabeça e corpo. Os interessados deverão formalizar pedido em papel azul de 25 linhas. As primeiras candidaturas ficam ainda habilitadas ao sorteio de uma mantinha e cha com mel.

Adoro

Chegar a casa e descalçar-me.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Tarefas dométicas

Ontem fui jantar com uma amiga.
O namorado jantou sozinho em casa, com o gato.

Quando regressei diz ele

- Eu cozinhei e deixei a cozinha arrumada, viste?

Vi sim sr. muito bem, lindo menino.

- o gato ajudou-me- disse todo vaidoso

Bem me parecia que tu sozinho não davas contas do recado.

Um mal necessário

Faz hoje 9 anos que casei. Passado 2 deu-se o divórcio amigável.

Recuando no tempo reconheço que não tinhamos nada em comum.

Sofri durante o casamento, aguentei o estigma de ser divorciada. Ergui a cabeça e o destino recompensou-me abrindo-me caminhos. Sou feliz porque sei dar valor ao que tenho. Sou feliz e luto por um futuro a dois que me parece cada dia mais perto, mais real. Sinto que sou amada.

9 anos passados agradeço ao universo todo o mal por que passei e orgulho-me de ter tido coragem para mudar de vida.

Estou bem porque fiz por isso, não fiquei de braços cruzados a lamentar-me.

Estado civil: divorciada!

Gula

Comi depressa. Estava quente mas isso não me deteve. Que bem que sabia.
Agora doi-me a barriga e está inchada.
É melhor sairem da frente.

Ensinamentos de vida

Observo-as.
Excelente aparência. Sempre bem penteadas e maquiadas, roupas de boa qualidade e design, marcas caras claro, assim como as carteiras, os relógios, os acessórios e as jóias. Sapatos italianos, feitos à mão.

Deduzo que têm dinheiro, vivam bem, sem preocupações de maior. Afinal parecem umas senhoras, e passeiam-se nas lojas mais badaladas e caras da cidade.

Chego mesmo a invejá-las. Eu não sou assim. Visto-me “normalmente” dentro de um padrão clássico mas barato. Nada de roupa cara e não frequento o cabeleireiro com regularidade. A imagem para mim não é prioridade, anda arranjada claro, também qualquer trapinho me fica bem, mas não invisto em guarda-roupa.

Passam-se os anos e a imagem delas mantém-se. Umas senhoras sempre!

Acontece um imprevisto. O marido falece. Chega à hora de pagar o funeral. Nada. Não há dinheiro. Vai-se a ver e os cartões de crédito estão estoirados. A conta à ordem negativa. Não têm habitação própria e os herdeiros querem que abandone a casa. Não têm dinheiro para pagar uma renda. E agora?

Eu penso para mim. Como é possível? Uma vida abastada e de trabalho, é verdade, mas nunca pensaram para além de “hoje”? E o amanhã? Não percebo?! Olho ao redor e penso na minha mãe e nos seus ensinamentos:

“Filha, eu só compro uma coisa quando tenho dinheiro para duas” e sempre assim foi. Até mesmo quando comprou o primeiro carro. Podia andar de BMW mas preferiu um Fiat. Eu critiquei… (juventude)

Observo-a.
Sempre, sempre de roupa de feira. Nunca entrou numa loja de marca, cabeleireiro só 2 vezes por ano, calçado barato e a durar muitas estações, perfumes de supermercado. As poucas jóias que têm não são para usar porque podem-se estragar ou perder. Só foi de férias 2 vezes na vida, ao Algarve porque temos família lá e este ano foi comigo a Marrocos porque a obriguei a gozar a vida.
Eu sempre critiquei… Mas sei que não falta dinheiro no banco. Na casa dos 5 digitos. Sei que quando o meu pai faltar não precisaremos de ficar a dever à funerária até recebermos o subsídio de funeral do Estado. Sei que não teremos que nos preocupar com a renda da casa. Trabalharam uma vida para ter casa própria.
Critiquei e ainda critico não se dar a certos prazeres.

Nem tanto ao mar nem tanto à terra. Tento levar uma vida equilibrada.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Dúvida

Estou a tomar antibiótico (ciprofloxacina) porque tenho (mais) uma infecção na bexiga.
Ora, como é possível estar a chocar uma gripe?

A nossa amizade

Falamos em média 3 vezes por ano.
Acompanhamos as nossas vidas e as das nossas famílias. Seguimos vitórias, derrotas e projectos.
Sabemos que podemos contar um como outro.
Não há distância que destrua esta amizade.
Obrigada.

Detesto

Destesto o bafo a cigarro.
Numa mulher pior ainda. Mesmo vestida de princesa... estraga tudo.

Sim

"Para corrermos primeiro temos que aprender a andar."

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

B.I. por favor

Ontem ao almoço esteve cá a D. F….a. Fez-se uma fila enorme por causa dela.
- Ora bem…não estou a ver quem é
Tás tás, aquela cliente muito chatinha!
- Qual delas?
Aquela que nunca traz n.º conta e baralha tudo!
- Hum, ?
A tola!!!
 Qual delas?
A que tem família nos Estates.

Ah essa! Sei perfeitamente! Ainda bem que eu não estava.

Dá que pensar

No meio desta crise sem fim, pensando na austeridade que só acabará daqui a décadas, e no corte brutal de salário devido ao aumento de impostos eu só penso:

- é justo trazer um filho a este mundo nestas circunstâncias? Que futuro lhe poderei oferecer? E terei dinheiro no final do mês para o alimentar, vestir, comprar fraldas, pagar infantário e pagar vacinas?

- quero colocar um filho NESTE mundo? E garantias? E futuro? 

- estarei a ser egoista por dar vida a um ser só porque quero? Não será uma crueldade, uma injustiça?



terça-feira, 16 de outubro de 2012

Manter a (pouca) sanidade mental

Recuso-me a ver noticiários, ler jornais ou ouvir conversas sobre orçamento de estado e politica.

Engana-me que eu gosto

Em plena conversa de mulheres diz uma amiga minha:

- ai eu até queria colocar silicone, agora que emagreci tanto também perdi peito. Mas o meu marido diz que não gosta de mamas artificiais.

Ao que eu respondo

Sim, os homens não gostam de mamas artificiais, principalmente NAS MULHERES DELES porque nas MULHERES DOS OUTROS eles apreciam bem. Até rodam a cabeça.

Eles são muito finos, não querem as mulheres deles apresentáveis, cuidadas e sexys, que é para os outros não olharem nem meterem conversa. Já quando eles se apanham sozinhos, e ás vezes até mesmo ao lado das esposas, é vê-los a babar para um belo par de mamas. Eles lá sabem se são verdadeiras ou artificiais?! Se se escolher um tamanho proporcional ao corpo não dá para distinguir.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Pobre e mal agradecido

Ora chego eu de férias e fico a saber que um tal gajo que vive à custa dos nossos descontos acha desprestigiante que o líder parlamentar de uma força politica ande de Renault clio.

Então quanto a isto eu tenho umas coisitas a dizer. E então é assim:

Os políticos existem para servir o povo e não para se servirem dele;

Eu vou trabalhar no MEU carro pago com o MEU dinheiro. Não sei porque é que os políticos têm que andar com viaturas de alta cilindrada paga pelo povo. Se calhar se tivessem que PAGAR pelo carro que usam, já pensariam duas vezes antes de escolher uma viatura cara.

Eu andei 5 anos num Renault clio, pago por mim claro porque eu não sou politico. Que mal têm os clio´s? Para mim nenhum. Só troquei porque fiquei vaidosa e comprei um carro italiano. Nunca me deixou ficar mal em lado nenhum, nunca teve que ir para a oficina. Mas se o líder parlamentar de uma qualquer bancada politica acha que o clio não lhe é suficiente, recomendo em alternativa o uso de transporte público e por ser para esse tipo de gente até pode ser gratuito, visto que os animais não pagam bilhete.






quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Hoje é o meu dia

Hoje nasce mais um ser. Tal como todos os outros tem uma missão a cumprir.
Será justo, leal e companheiro. A força e determinação será uma constante na sua vida. Irá sofrer, lutar, vencer e nunca desistir.

Crescerá individualmente mas também em conjunto com quem a quiser acompanhar.

Confiará em quem não merece, apostará no que está perdido à nascença mas aprender e seguir em frente de cabeça erguida será o seu lema. O que os outros pensam não a afectará. Só se vai interessar pela  opinião de quem ela ama. Será fiel acima de tudo a ela própria e depois aos outros que protege, umas vezes em silêncio, discretamente, outras em público e ferozmente.

Será adversa a injustiças e traições pelo que se  revoltará com frequência. Buscará o poder mas defenderá sempre os mais fracos. Para ela haverá sempre os dois lado da questão. Será frontal e impulsiva e isso irá prejudica-la algumas vezes, sentir-se-á incompreendida e injustiçada mas fará parte do seu processo de aprendizagem.

Será um pilar para a sua família e nunca lhes virará as costas. Aprenderá a custo que rancor é algo a afastar e que nem todas as pessoas com quem se cruza lhe querem bem. A sua alma gemea irá ao seu encontro quando menos esperar e travará um pequena batalha para conseguir cumprir a sua missão, mas vencerá.

Hoje nasce uma pequena guerreira.

                                                                         Assim ficou escrito no universo há 35 anos atrás, quando eu nasci.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Dizem que o tamanho não importa

Dizem que o tamanho não interessa.
Eu discordo.
Gosto delas grandes e grossas já agora. Sabem melhor assim e satisfazem mais. Apesar de já a algum tempo não ter uma entre mãos, prefiro-as húmidas e escorregadias. Quando as levo à boca aprecio o seu sabor e textura.
Trazem lembranças de noites bem passadas rodeada de amigos.
Sim, as farturas querem-se grandes e com canela são ainda melhores.

As cinquenta sombras mais negras

Já inicei a leitura do segundo livro da trilogia "As cinquenta sombras".
Após decorridas 88 folhas tenho a dizer o seguinte:

- a tradução continua a ser  fraquinha
- também contém erros ortográficos tal como no primeiro livro, o que acho inadmissivel

No entanto não é o suficiente para me demover de acompanhar aquele romance, os diálogos e pensamentos da deusa interior (a minha personagem preferida) e de devorar cada linha com interesse e curiosidade. 

Recado

Mulheres gostam de homens com personalidade.
E quem tem personalidade, ama mas não rasteja.

E mais: se nós os amarmos também não os queremos ver a rastejar.

Por isso deixem-se de guerrinhas e afins. Um casamento não é uma disputa, nem uma batalha e muito menos um "medir forças".  Porque se assim for a guerra está perdida para ambos.

Casamento deve ser harmonia, paz e sossego. É onde se arranja um aliado para combater a guerra do dia-a-dia mas fora de casa, no que respeita a trabalho, saúde, dinheiro e afins, por exemplo.

Deixem-se de merdas.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Turbo

Isto há quem fuja do trabalho mais rápido do que o diabo foge da cruz.

Brinca brinca

Hoje vou ao meu médico de familia. Ao Sr. Dr. Sr. Dr..
Oh sim, ele é um pedaço de mau caminho. Lindo de morrer, charmoso e tem uma voz que nos faz arrepiar. Devia ser proibido ser assim tão bom, lindo, quero eu dizer. Pronto bom mesmo! Muito simpático e acessivel. Faz-me as vontades todas. Oh Sr. Dr. Sr. Dr.
Bem básicamente vou-lhe dizer:

- Deixei as drogas, da próxima vez que me passar o Sr. Dr. pode escolher:

Ou me dá um amasso bem dado,
Ou me dá baixa psicológica.

É só escolher.

 A minha Deusa interior está com os pompons de cheerleader aos saltos :))





Simples

Mas alguém julga que se eu não pudesse ser despedida e se ganhasse a 100% na baixa médica, que me tinha metido nas drogas (leia-se antidepressivos)???
Sim sim...

Ironia

Ouvi na rádio que os funcionários PÚBLICOS vão deixar de receber a baixa a 100%, os que estão a contrato vão ser despedidos e que a reforma só aos 65 anos. Oh pá coitadinhos, tenho mesmo pena deles, são uns cristos. Isto é uma injustiça e deveríamos ir todos protestar para porta da Assembleia da Republica.

Não tenho pena nenhuma dos funcionários PRIVADOS, como eu.
Eles que trabalhem mais de 40 horas por semana, que façam horas extras sem receber, que mesmo efectivos estejam sujeitos a despedimento, em caso de baixa só recebam 65% do salário. Que tenham que apresentar produtividade, que tenham que aturar chefes a sério, obviamente que não devem ter viaturas de serviço nem chauffer para levar os filhos à escola. Reforma só quando receberem o pré aviso de morte. Que trabalhem esses mandriões do privado, e nem ADSE nem meia ADSE que esperem meses por uma consulta, anos por uma operação. Pontes só descontando dos dias de férias, sim dos 22 dias de férias, que 25… trabalhar amigos trabalhar.
Uns trabalham, outros mamam. É a vida meus senhores!!!

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Falta pouco

Não tarda nada estou de regresso:

Aos "biramentos";

Aos "ouros";

Aos maridos que vão abrir conta individual e transferir para lá as poupanças que tinham em comum  com mulher e fugir para o Brasil com a amante;

À senhora de 50 anos que descobre que o marido tem um (sim, não me enganei, um) amante e vai ao banco levantar o dinheiro;

Ao genro que quer saber como deve proceder para que o dinheiro da sua sogra fique no nome dele quando ela morrer;

Ao vigarista que vai com falinhas mansas;

Ao caramelo que tem a conta negativa e faz um escândalo porque o banco não lhe emite cheques;

Aos génios que querem saber o saldo das contas por telefone;

Aos filhos que obrigam o pai sobrevivo a colocar o dinheiro no nome deles;

Oh sim amanhã volta tudo ao normal.

Não te esqueças

É preciso um diamante para cortar outro.


Poder até podia

Se eu podia ter ido trabalhar hoje?

Poder até podia, mas não era a mesma coisa!

Call of the wild


Nostalgia


Roxette

Ressaca, digo eu.

Tomei o último antidepressivo na passada quarta-feira.
Após 4 dias de dores de cabeça, tonturas, vómitos e afins tenho a dizer o seguinte:
     DROGA NUNCA MAIS
Pelo que tomei as seguintes decisões:

Não me deixarei abater por trabalhar numa instituição que não sabe aproveitar as capacidades que os seus funcionários têm;

Não me aborrecerei com os clientes. Se disserem que aquele banco é uma merda, que são todos uns ladrões porque estão sempre a aumentar o preçário,  etc e tal... eu passo a adoptar a máxima o cliente tem sempre razão e concordarei com eles em tudo. Não farei mais o papel de advogada do diabo.

Quando o meu colega resolver enconar ao ponto de demorar 15 minutos a fazer algo que eu demoro 3 minutos a executar, simplesmente respirarei fundo,  levantarme-ei da cadeira e irei para a WC onde interiorizarei exercícios de relaxamento;

Não tomarei mais pequenos-almoços em 7 minutos mas sim em 20 tal como os outros elementos do balcão.

Quando achar que estão a busar da minha paciência simplesmente irei para casa, por uma tarde ou por semanas, mas DROGA NUNCA, NUNCA MAIS.




Mas quem manda afinal?

Cá em casa manda ele.
Sim, não tenho voto na matéria.
Levanto-me às 7 da manha todos os dias porque ele quer tomar o pequeno almoço fresquinho. Sim cá em casa o horário das refeições é sagrado;
Não o posso repreender porque ralha comigo como se eu fosse uma criança;
Quando ele quer brincadeira eu tenho que estar sempre disponível nem que seja de madrugada;
A roupa tem que estar sempre arrumadinha nas gavetas e o chão aspirado diariamente;
Pois é. Cá em casa manda ele, o gato!


sábado, 6 de outubro de 2012

Outros tempos

Quando era adolescente  com 17/18 anos (long time ago) ia para a discoteca ao Domingo à tarde. Sim, ainda não tinham inventado os Morangos com Açúcar e por isso era normal a canalha ir para a discoteca ao Domingo à tarde porque a noite era para os adultos. Não havia esta história de levar a canalha prá night e depois o pai de alguém ter que os ir buscar de madrugada, horas antes de ir trabalhar.

E lá ia eu toda contente de camioneta - sim camioneta porque ainda não tinham inventado os Morangos com Açúcar e como tal os pais não eram nossos motoristas e se pedíssemos o carro emprestado para ir prá disco ficávamos habilitados a levar um chapadão ou ficar de castigo.

Lembro-me de comentar nessa altura: Vou tratar a alma  e divertia-me imenso, dançava, pulava, suava e não bebia álcool (porque ainda não tinham inventado os Morangos com a Açúcar e portanto não era normal chegar a casa bêbeda, se o fizesse a minha mãe dava-me uma carga de porrada e o meu pai não me deixava sair de casa nunca mais e pronto) E aquelas horitas faziam-me tão bem, eu dançava sem preconceitos, sem a preocupação de que poderiam estar a olhar para mim, sem passar horas ao espelho a arranjar-me antes de ir, enfim, divertia-me porque era inocente e sabia muito bem.

Agora, perto dos 35 o método para tratar a alma é outro. Passa por meditação, relaxamento e reiki mas o objectivo continua a ser o mesmo. E porque inventaram os Morangos com Açúcar se fosse prá night agora certamente encontraria a discoteca a abarrotar de miúdos de 16 ou 18 anos, completamente bêbados e ganzados, e sentir-me-ia deslocada. Uma coisa é certa também já não tenho pedalada para essas noitadas. Isso foi tempo que ficou para trás na altura certa. Agora não dispenso deitar-me cedo, abraçada    abraçada a quem amo e na companhia do meu gato lindo.

Fiquei a saber que ele sabe usar o aspirador

Pela primeira vez em 4 anos de vivência comum o meu namorado pegou no aspirador e usou-o. Sim, nem sei como descobriu onde estava guardado nem como se ligava,  mas pronto, a verdade é que o usou. Lamento não ter presenciado a cena. Seria digna de registo digital, fotos e vídeo claro está, para mais tarde recordar um momento único.
Mas então o que motivou tamanha tarefa horripilante?

Bem, S. Exa. Chegou a casa primeiro que eu. Foi à cozinha ter com o gato e deparou-se com o chão cheio de vidros e alho picado porque o animal resolveu brincar com o frasco de alho picado que eu tinha deixado em cima do balcão (mea culpa). Resultado…foi ao chão e partiu felizmente o gato não se magoou.

Mal soube do que tinha acontecido fui verificar se o aspirador tinha sobrevivido e se o meu namorado estava mentalmente são. Parece que sim mas vou ficar atenta não vá ter que o levar ao psiquiatra devido à complexidade da tarefa em questão.

Planos para hoje

Ainda é sábado. Ai que bom!

Hoje tenho que ir à loja Optimus pedir segunda via do meu cartão para poder usar no Sony Xperia S no dia do meu aniversário. De seguida vou comprar umas sapatilhas de corrida porque a idade começa a pesar e é preciso mais um esforçozinho extra para queimar calorias, uma vez que o metabolismo está a ficar mais lento. Nada que umas corridas à beira mar não resolvam. Fazem bem ao corpo e à alma apesar de custar no inicio. Depois vou à loja onde a minha irmã trabalha ver as novas aquisições. Ainda tenho tempo para fazer a sesta antes de me preparar para jantar fora.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Pensamentos

Hoje tive por várias vezes um pensamento dramático seguido de um pensamento excelente:

Hoje é Domingo amanhã tenho que ir trabalhar


Nã, hoje ainda é sexta!!!!


As 50 sombras mais negras

Já está no posto dos correios à espera que o vá levantar.

:))

Como gozar o feriado.

Vou aproveitar o feriado para fazer as limpezas de casa porque esta é a semana sem empregada - sim porque tá crise e não se pode ter empregada todas as semanas. Vou guardar as roupas e calçado de verão e colocar a de meia estação mais à mão. Isto enquanto o meu namorado ressona na cama. Sim porque eu sou uma namorada muito compreensiva e nada chata. Não o massacro com ajuda-me aqui, ajuda-me acolá... eu sou uma rapariga muito despachada e como gosto de andar ao meu ritmo deixo-o fazer o mesmo. Se o homem quer dormir até ás 13hrs porque não o há-de fazer? Só porque há uma casa para limpar? Não nada disso.
O melhor é eu deixar  anet e pôr mãos ao trabalho senão perco-me nos blogues.
Até já.
Ah e como é o último feriado a 5 de Outubro aproveito a passo-o a trabalhar para mim já que a partir do próximo ano vou ter que o passar a trabalhar para os outros. - Vamos, melhor dizendo-

Miau



Quem é o gato mais lindo do mundo, quem é quem é?


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

E antes que nos roubem ainda mais



Depois de ouvir as declarações do Garparzinho o meu namorado saiu do trabalho e comprou-me este brinquedo. Aproveitar enquanto temos dinheiro porque da maneira que isto vai qualquer dia trabalhamos e, em vez de recebermos salário, ainda temos que pagar por cima.

Este já cá canta. Anda busca-lo oh Gasparzinho, a ver se eu deixo...deixo o cara%lo.

:))

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

O alto dos meus tacões

Isto de andar de tacão alto é realmente muito elegante. Tacão agulha então nem se fala é elegantérrimo. Pois é. Muito bonito mas nada confortável. Caminhar em paralelo é um tormento, doi-me os pés e desiquilibro-me ao andar.
Estou mortinha para tirar os sapatos, tão cedo não volto a calça-los.
Prefiro o conforto à vaidade.

Saber estar caladinho(a)

Em conversa com o Urso Misha eu disse:

Assumir uma traição não é frontalidade é burrice.

Ah pois é!

De que adianta?
Tá feito ta feito. Se contar vai alterar algo? Não. Somente vai aliviar a consciência, mas depois do facto assumido as consequências serão devastadoras e os problemas maiores do que simples consciência pesada. De que adianta dizer que foi uma ilusão, uma aventura sem significado porque, mesmo que seja verdade, ninguém acredita. É violado o princípio da confiança e já não há volta a dar. Está irremediavelmente quebrado. Não adianta chorar, implorar e rastejar. Sofre o traidor e a vitima.

Mas se por acaso a traição for perdoada então estamos perante um free pass, uma permissão para continuar a chifrar à vontade porque abriu-se um antecedente.

É assim que eu penso. Estarei enganada?

Net vendas

Obviamente que leio os blogs da cocó e o da pipoca. Ou melhor, vou lendo cada vez menos...é que a publicidade, umas vezes descarada outras camuflada mas pouco, é tanta que me sinto num site de vendas.
O que é demais é exagero.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Noção do ridículo

A minha vizinha do r/c engravidou e 9 meses depois nasceu um menino. No entanto nós lá em casa ficamos com a ideia que a coisa não tinha corrido bem, porque a nosso ver tinham deixado outra criança lá dentro. Ficamos na expectativa de ver quando ela regressava à maternidade, até porque a barriga continuava a aumentar, mas tal não se verificou.
Ontem enquanto ela abria a porta da garagem individual o meu namorado admirou aquele ser raro. Raro nas formas e no bom senso. Chegou a casa a disse:

- Tão cedo não como queques.

 É que ao olhar para ela de roupa de licra justa ao corpo, calças de cinta descida e camisola a parecer top, com a barriga de banha, o pneu insuflado à frente, aos lados e atrás que transbordava pelas calças e cobria-as, ele teve uma miragem. Lembrou-se dos queques que costuma comer de manhã ao pequeno-almoço devido à forma de ambos, dela e do queque.

- E assim se estraga a refeição matinal de um gajo.

Mas não tem espelhos em casa vizinha? Porque não esconde essas formas estranhas atrás de umas roupitas largas, como faz a maioria do povo? Ninguém é perfeito mas devemos ser ao menos sensatos para usar roupa e maquilhagem de forma a nos favorecer e não prejudicar.

Encontraram a Diana

Quem se deu ao trabalho de procurar a Diana - romanticos- podem dar por terminada  a busca.
Afinal tratou-se de um golpe publicitário levado a cabo pela Cacharél.

Eu a pensar que o gajo era mais um murcão à face da terra mas afinal ele até se safou bem. Ganhou umas massas e ainda se deve ter rido bastante com os comentários de incentivo que recebeu pelo facebook e afins.


Tabaco não

Como o tabaco está caro e com tendência a aumentar, e visto ter amigos e colegas fumadores, deixo aqui umas dicas para pouparem uns trocos e a saúde:


Sempre que surja a vontade de fumar dirijam-se a uma parede mais próxima e batam com a cabeça nela, mas com convicção. Repitam o processo, pelo menos, 5 vezes. Garanto que nos próximos minutos nem se lembrarão do vosso nome quanto mais do que é um cigarro.

Substituam o cigarro por pimenta.

Sempre que vos apeteça fumar gritem bem alto e imitem uma galinha a pôr um ovo. Todos ao redor olharão e a vergonha fará com que esqueçam a vontade de fumar. Caso estejam no emprego melhor ainda, porque o risco de ser despedido fará com que o vicio do tabaco pareça algo insignificante e bem mais fácil de ultrapassar do que o desemprego.

Fumem pêlos do cú!

Se estiverem sozinhos no vosso carrinho em vez de fumar desatem aos berros e às buzinadelas aos outros condutores, coloquem a música nas alturas e dancem sentados. Verão que ficam mais aliviadinhos.

Se estão no café e vos apetece puxar de cigarro coloquem o dedo no cinzeiro apanhem o máximo de cinza possível e levem à boca. Hum que sabor a tabaco… é bom não é?

Modernices

Apesar de eu achar que as minhas sobrancelhas estavam perfeitas fui a um atelier de sobrancelhas que existe numa localidade aqui perto.

Estava convencida que a Bé ia dizer: “a menina tem muito jeito, as suas sobrancelhas estão quase correctas”- sempre fui eu a arranjá-las. Em vez disso ouvi: “não assassinou as sobrancelhas por pouco… temos que reduzir o afastamento porque assim realça o nariz e fica largo” . Whaatyy pensei eu? Nariz largo eu? Nã, o meu nariz é tão pequenino… tá tola a mulher… e ela continuou “andou a tirar pêlo onde não devia…assim fica com os olhos descaídos, temos que deixar crescer pêlos aqui ,aqui e ali para abrir o olhar, vai ao cabeleireiro comprar uma ampola de crescimento tá bem!?”  - prás sobrancelhas?” pensei eu atordoada.  Continuou a pincelar a minha cara como um artista, cortou, tirou e estimulou os pêlos durante 45 minutos. Basicamente refez tudo.

No fim disse. “as suas sobrancelhas são muito bonitas, grossas e pretas, tem muita sorte. Quando ficarem como eu as visualizo serão dignas de capa de revista” -Uau
E não, não diz isso a todas a clientes porque não o fez à minha amiga que me aconselhou o atelier.
Regresso daqui a 3 semanas. Ah e estou proibida de tirar um pelito que seja.

Mázinha pá

É possivel confiar num homem que veste camisola verde alface, camisa azul e verde e tem uma bolsa pendurada?

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Leitura





Mulheres vs Homens

Se for uma mulher a colocar gasolina no seu veículo a diesel é ridicularizada porque não percebe nada, é maçarica, é distraida, é irresponsável coisa e tal e mais não sei o quê...

Se for um homem é uma aventura contada de forma hilariante, com gargalhadas à mistura como se fosse um heroi.

Trilogia As Sombras de Grey

É só para avisar que já se encontra à venda, pelo site de fnac, o segundo livro desta trilogia - As cinquenta sombras mais negras. Eu já encomendei pois claro está.

Anedota

Um casal de velhotes estava sentado à mesa.
O marido, depois de beber um copo de vinho, disse:
- Amo-te tanto que não sei se conseguia viver sem ti...
A mulher pergunta:
- Isso és tu a falar, ou o vinho?
- Sou eu, a falar para o vinho.

Já diz o ditado

"Quem não chora não mama".
E eu devo andar a lacrimejar pouquissimo porque vejo uns a mamar muito e eu nada. Fico furiosa e só me apetece fazer uma puta de uma revolução aqui dentro... mas depois há o

"Quem tem cú tem medo"
e eu penso duas vezes, inspiro...expiro porque afinal de contas

"Uns são filhos outros são enteados".
e como eu não sou filha, nem sobrinha, nem afilhada, nem  esposa, muito menos amante

Resigno-me à minha insignificância porque

"Quem ri por último ri melhor" e " a noite é boa conselheira".

Bons sonhos!