quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Dá que pensar

No meio desta crise sem fim, pensando na austeridade que só acabará daqui a décadas, e no corte brutal de salário devido ao aumento de impostos eu só penso:

- é justo trazer um filho a este mundo nestas circunstâncias? Que futuro lhe poderei oferecer? E terei dinheiro no final do mês para o alimentar, vestir, comprar fraldas, pagar infantário e pagar vacinas?

- quero colocar um filho NESTE mundo? E garantias? E futuro? 

- estarei a ser egoista por dar vida a um ser só porque quero? Não será uma crueldade, uma injustiça?



Sem comentários: