terça-feira, 30 de outubro de 2012

Minto com todos os dentes e mais alguns

Se há coisa que nunca fui é mentirosa, e com muito orgulho. Aliás sempre pequei por ser tão frontal e directa.

Nunca menti…até há uns meses.

Minto religiosamente quando ainda juro a pés juntos que não quero ter filhos.
É algo que não consigo assumir. Também não é que tenha que o fazer, porque não devo satisfações a ninguém. Guardo o assunto reservado a um número muito estrito de pessoas, 2 ou 3, em quem confio religiosamente.
Apesar de saber que não estou a fazer mal a ninguém, não gosto desta sensação de andar a enganar os outros, de mentir… não sei explicar…sinto-me mal. Por outro lado prefiro revelar quando estiver tudo bem concretizado, para não dar azar. Quero fazer surpresa, mas uma GRANDE surpresa.
A primeira a cair para o lado é a minha mãe. Apesar de ela já me ter dito que eu seria uma boa mãe. Já desistiu de insistir na ideia, tanto foram os raspanetes que lhe dei.
Das amigas espero um grande sorriso e abraço.
De uma colega espero ouvir Tá tola, não sabe no que se está a meter, depois que não se venha queixar.
De muita gente vou ouvir, ai e tal eu sabia que ias mudar de ideias, toda a gente quer filhos. Sim, sou uma mulher como tantas outras com a diferença de só ter visto o tal bichinho despertar perto dos 35 anos. Pronto, ok, sou lenta, já sei!
Isto para não falar no pai da criança que nunca mais vai ter sossego. Vai passar noites mal dormidas com receio do que vem por ai… Mas vai-me abraçar e dizer que nos ama, de princesa vou passar a rainha e faço intenções de ter MUITOS desejos.

2 comentários:

Miú Segunda disse...

Então, muito boa sorte! Há-de vir aí a tal GRANDE notícia muito em breve!

Morango Azul disse...

Obrigada. Espero que sim. Já vi la no vosso blog dicas sobre bebês, bem que vou precisar!!!