sábado, 6 de outubro de 2012

Outros tempos

Quando era adolescente  com 17/18 anos (long time ago) ia para a discoteca ao Domingo à tarde. Sim, ainda não tinham inventado os Morangos com Açúcar e por isso era normal a canalha ir para a discoteca ao Domingo à tarde porque a noite era para os adultos. Não havia esta história de levar a canalha prá night e depois o pai de alguém ter que os ir buscar de madrugada, horas antes de ir trabalhar.

E lá ia eu toda contente de camioneta - sim camioneta porque ainda não tinham inventado os Morangos com Açúcar e como tal os pais não eram nossos motoristas e se pedíssemos o carro emprestado para ir prá disco ficávamos habilitados a levar um chapadão ou ficar de castigo.

Lembro-me de comentar nessa altura: Vou tratar a alma  e divertia-me imenso, dançava, pulava, suava e não bebia álcool (porque ainda não tinham inventado os Morangos com a Açúcar e portanto não era normal chegar a casa bêbeda, se o fizesse a minha mãe dava-me uma carga de porrada e o meu pai não me deixava sair de casa nunca mais e pronto) E aquelas horitas faziam-me tão bem, eu dançava sem preconceitos, sem a preocupação de que poderiam estar a olhar para mim, sem passar horas ao espelho a arranjar-me antes de ir, enfim, divertia-me porque era inocente e sabia muito bem.

Agora, perto dos 35 o método para tratar a alma é outro. Passa por meditação, relaxamento e reiki mas o objectivo continua a ser o mesmo. E porque inventaram os Morangos com Açúcar se fosse prá night agora certamente encontraria a discoteca a abarrotar de miúdos de 16 ou 18 anos, completamente bêbados e ganzados, e sentir-me-ia deslocada. Uma coisa é certa também já não tenho pedalada para essas noitadas. Isso foi tempo que ficou para trás na altura certa. Agora não dispenso deitar-me cedo, abraçada    abraçada a quem amo e na companhia do meu gato lindo.

Sem comentários: