segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Politicamente incorrecta # 4

Como de costume a TV estava ligada durante a hora de almoço.
O drama era que uma Mãe não tinha pago o que devia à escola frequentada pela filha e vai daí a escola não permitiu a entrada da miúda no refeitório, deixando a comer "algo" na sala de estudo acompanhada por uma educadora.
Pergunto?
Sim? e depois? Onde está o drama? Se a Mãe não pagou a criança não pode comer. Tá certo. Senão os outros pais que pagam deixam de o fazer.
Ai e tal coitada da criança, não tem culpa. Pois não isso é verdade. Mas em primeiro lugar quem tem que se preocupar com isso é a Mãe dela e depois ninguém disse que a vida era justa.
Mais, se calhar a mãezinha da criança diz que não tem dinheiro para pagar à escola mas se formos a ver, anda com malas guess, vai ao cabeleireiro todas as semanas, tem unhas de gel, vai tomar o pequeno-almoço ao café diariamente, fuma, veste roupas de marca, etc e tal.
Ai coitada da criança, sim coitada, mas nem ma Santa Casa de Miseridórdia as coisas são de graça.
O povo tem filhos como quem come gelado e depois os outros é que têm que se preocupar em os alimentar,educar, vestir... Na hora do bem bom não chamaram ninguém para ajudar a fazer o filho.
Estou farta de atirarem a culpa para o estado ou para a sociedade.


9 comentários:

Anónimo disse...

que o mal não te pegue pela boca!!!

Morango Azul disse...

Não não pega porque o bem estar do meu filho estara sempre em primeiro lugar. Ser mãe não é só fazer e partir.

Cocó Chanel disse...

Concordo plenamente contigo, tens toda a razão no que dizes.

S* disse...

Concordo contigo em parte, mas custa saber que a menina pagou pela culpa dos pais.

Morango Azul disse...

Friso que a criança não tem culpa.

Urso Misha disse...

só achei mal, não aceitarem o pagamento da contina, pois se alguem queria pagar a refeição só tinham era que aceitar, e se pai e mãe trabalham, como é que não conseguem pagar 20€ de almoços e lanches de 2 meses...

Anónimo disse...

Não entendi muito bem o que queres dizer com fazer e partir?? mas tambem não me ensinas nada, os meus estão muito bem estimados...

Cocó Chanel disse...

Porque muitas das vezes tem outras prioridades que não são os filhos.

Morango Azul disse...

Queria dizer fazer e parir, mas o smartphone assumiu partir...