sábado, 3 de novembro de 2012

Nunca

Não devemos permitir que nos cortem as asas impedindo-nos de voar.
Vamos passar o resto da vida a atira-lhes isso à cara.
E se mais tarde a relação terminar o sentimento de revolta será ainda maior.

2 comentários:

S* disse...

Cortarem-nos as asas e cortarem-nos os sonhos.

R. Vieira disse...

Concordo!
Acreditar sempre nas potencialidades que trazemos conosco!