quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Politicamente incorrecta # 5

Ai a tal são bipolares/esquizofrénicos/tolinhos da cabeça não têm culpa.
Pois não, nem quem os atura tem culpa. E paciência tem limites. Cansei!
Cansei de pôr a mão por baixo, levar ao colo e de proteger.
Não tem culpa eu também não. Custa assim tanto tomar a merda de 1 ou 2 comprimidos por dia…phoda-se é como tomar a pílula, custa alguma coisa? Já tem idade para ter juízo e não estou para aturar os filhos dos outros. Mas digo, filho meu que me levante a mão, mais ainda aos 30 anos de idade, eu pego nele pelos cabelos e parto-lhe a cara à chapada, quero lá saber se é bipolar se é o caralho. Eles abusam, escondem-se atrás da doença e abusam.

Ai e tal são doentes… lugar de tolo é no hospício. Quando partem para a violência deviam ir é para a cadeia… É tipo o Seabra…o gajo não matou? Agora tem que pagar pelo que fez…ai estava doente…estava doente o caralho, eles sabem muito bem o que estão a fazer. A mim também me apetece espancar muita gente e não o faço. Porquê, porque sei que se o fizer perco a casa, o carro, o emprego, perco tudo…agora eles como não têm nada a perder porque não conseguem nada na vida, fazem e já está. Consolam-se escondendo-se atrás da doença.

Cansei. Por mim já estava internada. São um perigo para a sociedade e têm que ser afastados…não há cá falinhas mansas… por isso é que o psiquiatra da família (sim porque há o médico de família mas nós lá em casa temos o psiquiatra de família) escreveu uma carta, que está bem guardada, para se mandar internar a qualquer altura, mal surjam as crises. Ai e tal também não és bem fina da cabeça…pois não, como posso ser?? Com 3 gerações de bipolares na família como é que posso ser bem fina?!... tola fico de a aturar!

Distância, quero distância porque eu já tenho os meus problemas para resolver.
Cansei!
Eles não são tolos, eles metem os outros tolos. Agora tenho que estar aqui a atender ao público, numa pilha de nervos, sujeita a mandar algum pró caralho e a perder o meu emprego por causa de quem não quer tomar a merda de 2 comprimidos por dia…

4 comentários:

S* disse...

Por um lado entendo a doença, mas por outro lado custa muito lidar com ela.

Morango Azul disse...

Nem imaginas quanto, só quem vive diariamente é que sabe...

Uba disse...

No outro dia li,na revista do Público, uma reportagem sobre isso. Lamento!

Bonitinha disse...

Entendo-te perfeitamente. Meu cunhado é esquizofrênico e tem também um pouco de esperteza à mistura. O que mais me irrita é ser tratado como doente quando apronta e como "normal" quando quer fazer alguma coisa que lhe dê prazer. E nunca trabalhou na vida, tem mais de 50 anos e vive como um eterno adolescente.