segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Marinheiro de primeira viagem

Tenho que admitir que não percebo nada de criancinhas, nem de coisas relacionadas com elas, senão vejam:

Fui aproveitar os saldos e entrei numa loja de artigos de bebé.
Consegui perceber que os items estão distribuidos nas prateleiras por idades, o que já foi uma grande ajuda... mas só fiz esta descoberta há segunda loja...pelo que comprei na primeira uma coisa que eu achei muito fofinha e que associei a uma mantinha fininha...ora se a criança nasce no Verão, mantinhas fininhas dão jeito não?! Por algum motivo que eu não consegui perceber, por cima da mantinha fininha estava um gorro de bebé, da mesma cor e a fazer conjuntinho. Pelo tamanho do gorro achei que seria para bebés já com muitos meses porque era bem grande, e decidi não comprar. Fiquei-me pela mantinha fininha, de cor branca e verde, uma vez que ainda não sei o sexo da criança.

Mais tarde, quando ia mostrar as comprinhas ao meu namorado abro a dita mantinha e reparo que de mantinha não tinha nada. Era afinal um cachecol!!!

Mas para que raio vai querer um cachecol, uma criança que nasce no Verão?...Oh que mãe maçarica!!!

2013

Desejos a todos que por cá passam, e aos outros também, um 2013 com muita saúde.
É o fundamental, sem ela não conseguimos alcançar nada.

Que saibamos dar valor às pequenas coisas do dia-a-dia e descobrir que a felicidade, nossa e de quem nos rodeia, tem que nascer de dentro de nós e não esperemos encontrá-la em bens materiais.

Que estejamos sempre rodeados de familia e verdadeiros amigos.

Que o optimismo norteie a nossa vida porque a sorte premeia quem está preparado.

Um Feliz 2013!

domingo, 30 de dezembro de 2012

Coisas que me irritam

Se há coisa que me deixa fula é estar a usufruir dos meus poucos minutos de net e a grandecissima filha da p&ta estar sempre a ir abaixo. Seja no pc, seja no telemóvel.
Fico possessa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Som mágico

Ouvi-te pela primeira vez e os meus olhos encheram-se de lágrimas que me correram pela face. Ouvir o teu coração a bater dentro de mim foi um momento mágico, indiscritivel. Foi ter a certeza que não é um sonho, que existes mesmo. Visualizar o fluxo do teu coração tal como aprendemos na escola, uns jactos vermelhos e outros azuis, foi maravilhoso. Vi, por entre imagens difíceis de decifrar, o teu rosto, o teu narizinho e os teus membros.  Estavas de pernas cruzadas e de mãos juntas ao peito.
Está tudo bem, disse a médica, e foi um alivio. Foi uma vitória nesta nossa aventura que ainda há pouco começou e que vai durar a vida toda.

Fiz o rastreio e a ecografia das 12 semanas dia 28 de Dezembro de 2012. Tens 12 semanas e um dia e a médica mantém a data previsível do parto para 11 de Julho de 2013.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Não sei se ria não sei se chore

Agora que a gravizez é pública sou frequentemente questionada em relação ao meu gato
ah  e o que vais fazer ao gato agora?...ah cuidado com o gato...
Apesar de saber que o povo tem as melhores das intenções, também sei que é de uma profunda ignorância atribuir culpas ao animal pela toxoplasmose. É que eu não tenho por hábito comer as fezes do gato. Não. Ele come a ração dele e eu como a minha. Assim como também sei que o gato deve ir mais vezes ao vetrerinário do que muita gente vai ao médico. O animal está fechado em casa todo o dia, não vai caçar à rua tadinho e lá em casa também não é costume circularem ratos e coisas assim.
A probabilidade de se apanhar toxoplasmose através de comida crua, mal cozinhada ou indevidamente lavada é bem superior à de apanhar via fezes de gato, porque como já referi, não costumo come-las.

Saldos

Isto de estar grávida e os peitos aumentarem até pode dar muito jeito a certas pessoas, mas não a mim. É que como eu tenho 280 ml de silicone em cada mama, se o peito continuar a cescer a este ritmo prevejo que deixo de conseguir ver lá para o 7º mês de gestação. Para amamentar acho que vou ter que meter a crianças às costas porque o mais certo é as mamas passarem pelos ombros e cairem sobre elas.
Sendo assim, alguém sabe quando começam os saldos? É que tenho que comprar soutiens de desporto porque as minhas mamas já não cabem nos normais.


quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Já está

Já está, disse-lhe enquanto me sentava no seu colo e o abraçava.
Chorei...chorei com receio da sua reacção, chorei pelo medo de não estar preparada, chorei de alegria e  chorei de emoção pela nova fase que ai vem, chorei pela incerteza se tudo correrá bem.
Já está, foi tão rápido que me apanhou de surpresa e quase que não acreditava.
Foi no dia 07 de Novembro de 2012 que soube que estava grávida.
Amanhã faz as 12 semanas e sexta vou fazer a ecografia do 1º trimestre.
Juntamos a família no Natal e demos a novidade. Lágrima rolaram, lágrimas de alegria.

domingo, 23 de dezembro de 2012

Votos de um Feliz Natal


É obvio que não irão faltar prendinhas, mas o mais importante é, sem dúvida, passar estes dias em Paz e rodeada de família que nos quer bem. Reservei-lhes uma surpresa, daquelas que fazem chorar de felicidade, só espero que gostem. Cá em casa já está tudo a postos para os receber.

Desejo a todos um Natal repleto de saúde, harmonia, risos e muito amor.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Colecção de cromos

Os meus clientes são muito inteligentes.

Veio cá uma senhora que quer entregar a casa do sogro (sem conhecimento ou autorização dele) para pagamento da divida da casa dela.

No comment

Prenúncio

Por cá o mundo ainda não acabou.
Os meus colegas dizem que sim ,vai acabar, uma vez que eu ando a cantorolar desde manhã e nos últimos dias tenho feito algumas boas acções, como ser simpática.
É um prenúncio dizem...

Lema cá do estaminé

Aos meus amigos tudo,
Aos meus inimigos nada,
Aos outros cumpram-se as regras.

Acreditem que é verdade

Acreditam que há pessoas que têm aplicações a prazo e não sabem? Simplesmente não se lembram que as fizeram.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Ainda em relação ao post anterior

Óh pá eu sou uma exagerada. Peço desculpa.
É claro que o homem não tem nada que tomar banho. Ele está cheio de razão. Aliás pensando bem passei a defender que deveriamos acordar da caminha, calçar os chinelinhos de quarto, vestir o roupão e já estavamos prontos para ir trabalhar. Que tomar banho, maquiar, perfumar...não, isso são coisas antigas...agora a moda vai ser andar a tresandar, nada de fazer a barba, comer com as mãos, peidarmo-nos à mesa, atender os clientes enquanto comemos um Big Mac, escarrarmos para o chão, mijarmos na via pública, deixarmos o ranho escorrer pela cara, deixar a cera sair pelos ouvidos, porque afinal qual é o mal?
Sim, qual é? Que mania de inventarem regras para tudo...qual civismo qual quê! Moralistas pá.

Eu não queria falar disto mas vai ter que ser

Um gerente bancário atendeu um cliente na rua porque este tresandava, cheirava media, fedia, como preferirem.

Ver mais aqui:http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Braga&Concelho=Braga&Option=Interior&content_id=2956755

E logo vem o povo todo indignado que isto é descriminação, racismo, xenofobia e mais não sei o quê... e que já não se pode andar mal vestido e tal. Ai poder pode. O senhor lá na sucata dele pode andar como quiser, até pode andar nú. Mas não se esqueçam que vivemos em sociedade e os nossos direitos cessam quando começam os direitos dos outros. Sim. porque os restantes clientes e funcionários têm o direito a respirar sem vomitar... alguém no seu perfeito juizo vai ao banco a feder a merda, estrume, lixo? Sim, vão, passam cá muitos! Eu não os meto lá fora porque não posso, mas era o que mereciam. Sabiam que em todos os balcões há Brise ambientador para usar quando certos clientes saem do balcão? Sim e ás vezes nem esperamos para o balcão estar vazio, é mesmo logo a seguir porque não queremos que os próximos vomitem em cima de nós. Até conheço uma colega que vomitou logo depois de ter atendido um fedorento.

Há gente porca. Que se juntem todos na pocilga e façam lá a festa. Viver em sociedade tem regras, normas de civismo. Custa assim tanto tomar banho?
Imaginem que estão num restaurante caro, bem caro, o vosso restaurante do costume...e ao vosso lado senta-se um gajo mal vestido e a feder, tresandar, cheirar mal, como preferirem... obviamente que não iriam gostar... e pagar para estar a comer ( e vomitar certamente) naquelas condições? Ah pois paguem e não bufem porque o gajo tem direito a andar sem tomar banho e como tem dinheiro tem direito a comer ali e o gerente do restaurante não o vai meter porta fora, claro está... Obvio que não está correcto!

A ser assim, os funcionários também deveriam poder ir trabalhar de calção de praia, chinelo de dedo e biquini. Porque raio temos que gastar balurdios em fatos, gravatas e sapatos de tacão agulha? Porque raio tenho que me maquiar todas as manhãs? Ah espera...porque é assim que tem que ser, porque só passamos imagem de credibilidade ao cliente se usarmos uma gravata, ah e há agora então não precisamos tomar banho? certo? Vamos fazer o nosso jogging matinal antes do trabalho e seguimos logo directos para o trabalho com a t-shirt toda suada e tudo, porque afinal qual é o problema em andar mal vestido e sujo? Nenhum!?

Certamente que o gerente vai ser despedido. Ele deveria ter chamado as autoridades e dizer que suspeitava de assalto, tendo em conta o cenário triste que o cliente apresentava. Ai ele teria toda a razão do mundo. Mas foi honesto em ter defendido o bem estar dos seus clientes habituais e que contribuem para o negócio dele. Infelizmente há gajos na vida que são uns miseráveis e estragam a vida aos outros, uma vez que não têm nada a perder.

Miséria.
Pronto, agora podem-me insultar à vontade. Eu publíco :)) ah e tomaram banho hoje? E ontem? E traztrazdeontem? Tomaram? PorquÊ???

Momento de leitura

Um Bom Pai Diz Não

Vou oferecer este livro à minha irmã.

Sorte ou azar

Passou por cá uma cliente que, dependendo do ponto de vista, tem muito azar... ou muita sorte! Então é assim:

A sogra desapareceu... até pode ser uma coisa boa, tanta gente a queixar-se da sua sogra e a dela desaparece assim do nada... flup...evaporou-se...

O sogro está em coma... também não tem que ser algo negativo, senão vejamos: com a sogra dela em parte incerta, quem é que teria que tratar do velho? Dar-lhe banho, vesti-lo, dar-lhe de comer, estar presa em casa para lhe fazer companhia etc e tal...

O marido faleceu há um mês... ora também pode ser considerada uma gaja com sorte. Eu tive que me divorciar do meu porque o gajo teimava em viver...assim fiquei sem casa paga, sem compensação do seguro e sem meia reforma... Se ele tivesse batido a bota eu agora era viúva dona de um imovel, a viver de pensão e com dinheirinho do bolso e dizia que tinha sido muito feliz no meu casamento, sim porque depois de morta as pessoas viram santas, não é verdade?

 A gaja tem sorte ou não tem sorte? 

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Reflexão

Uma grande mulher é aquela que tem o dom de fazer o seu homem desejar e lutar por algo que ela anseia e estar convencido que é vontade dele.
Eu Morango Azul

Sim, eu sinto-me uma grande mulher! E ele está felicíssimo.




Paciência. Mãe ou avó?

Uma cliente foi mãe aos 46 anos.
Levantou-se aqui a discussão entre as gajas. Umas defendem que em termos de paciência a mãe vai ser avó...ou seja, não vai aturar a criança porque não tem a mesma disposição e energia que teria se fosse mãe jovem. Eu, por outro lado, acho exactamente o oposto. E por regra os avós estragam as crianças de mimos, por isso não percebo o raciocinio delas. O meu é o seguinte:

Imaginemos uma mãe aos trinta e muitos ou quarenta anos...

em primeiro lugar já não anda stressada a pensar  na carreira, ou já a tem, ou não vai ser agora... Já fez as horas extras todas que tinha  a fazer para ficar bem na fotografia e conseguir a promoção...  agora já só quer é ir para casa tratar da criança;

depois como não estoirou a cabeça a conciliar carreira e maternidade, está de mente aberta e tranquila para se dedicar em exclusivo ao bebé;

não se queixa que não pode ir de férias porque o dinheiro vai todo para o infantário... por esta altura já viajou tudo o que queria viajar, precisamente porque não tinha filhos para criar/sustentar.

já gozou bem a vida. Agora quer é distribuir e receber amor, sem qualquer ressentimento do que vai deixar de fazer ou viver porque já gozou mais que muita gente irá gozar até morrer.

Venham a mim as criancinhas :)) minhas claro! ... pronto criancinhA...que já estou velha :P

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Ai e tal o comércio tradicional…

Nunca fui gaja de mandar fazer roupa por medida, tenho a ideia que no final não fica como idealizamos. Em relação às compras por catálogo penso da mesma maneira, posso errar no tamanho ou a peça não fazer o efeito esperado. Gosto mesmo é de pronto-a-vestir. Chegar, experimentar e decidir. E também sou rápida no processo de escolha, ou gosto ou não gosto.

Decidi comprar o casaco da ferraché numa loja de comércio tradicional. Experimentei um modelo e como não tinha a cor que queria, encomendei, afinal era um modelo desta colecção. Expliquei à senhora que seria prenda do namorado para mim, pelo que precisava dele para o Natal. Faltava mais de um mês para dia 25/12. Esperei, esperei, esperei…e nada de me contactar… como não sou gaja de andar sempre a chatear fui deixando o tempo passar, afinal só preciso dela para ceia de Natal. Hoje decidi enviar uma sms a perguntar quando chegava o bendito casaco. Resposta: Não sei se está em produção essa cor…

Whaty???????? Qual é a parte do eu preciso dele para o Natal que ela não percebeu? Que parte do tem aqui o meu contacto…que ela não entendeu? É que ainda por cima ela cruza-se com a minha mãe e com o meu pai todos os dias, uma colega de trabalho mora por cima da loja, enfim, não faltavam meios para me avisar do contratempo...Deve achar que eu lhe vou ficar com algum outro casaco… vai ter sorte vai.

Se fosse num shopping passado uma semana o casaco estava lá, porque no pc consta os stocks, ou então avisavam na hora que não tinham…vou fiada em comércio tradicional, ai o atendimento personalizado e mais próximo do cliente, blá blá blál… lixei-me, estou furiosa. Há povo tão desleixado. E agora? Vou para os shoppings a 6 dias do Natal??? Não, claro que não! Por algum motivo fiz as compras no inicio de Novembro!!!

Haja paciência!

Para me incomodar não saio de casa

No domingo e meu sobrinho mais novo fez 5 anos. Como de costume fomos convidados para cantar os parabéns e comer uma fatia de bolo de aniversário. Ora como eu não gosto de chachadas nem faço fretes não fui.

Ah e tal mas porquê? És mesmo má!

Não não sou! A razão é simples. As pessoas têm filhos porque a sociedade diz que se deve ter crianças e mais tarde têm outro porque a filha quer um irmão, e depois é só dar-lhes de comer e deixá-los crescer naturalmente, sem regras, sem limites, sem bom senso, sim, porque isto de educar um filho dá muito trabalho, então mais vale deixá-lo fazer tudo o que ele quer porque assim os pais não se chateiam. A criança ainda não sabe falar com 5 anos? Não faz mal, quando for para a escola aprende porque isto de ensinar e incentivar a criança a falar é cansativo e ninguém está para isso. O bebé de 5 anos passa a vida a chorar de mimo porque não pode ser contrariado? Não faz mal coitadinho, ele ainda é pequenino. E ele vê um bolo e decide espetar a cara no bolo e trincá-lo de uma ponta a outra? E não lava a cara nem as mãos porque não quer, nem os pais obrigam? Não faz mal, ele está em casa dele e faz o que bem entender e ninguém o pode repreender, sim, temos que ficar com a roupa toda suja porque o bebé de 5 anos não pode ser contrariado. E ele pega no primo mais novo um ano e abana-o muito, mas não faz mal porque ele é um bebé, coitadinho.

E é assim!

A senhora minha irmã diz que a criança já tem muitas regras no infantário e por isso quando chega a casa deixa-o fazer tudo. Eu não tenho paciência para lhe explicar que numa sociedade civilizada há regras para tudo, porque ela não entende. Também não me apetece dizer ao meu cunhado que desde que o filho nasceu, ele arranjou uma série de eventos e programas onde se enfiar, que é para não ter que aturar a família, não, que isso é cansativo, aturar os filhos dele?! Não! Então resolveu ser catequista porque assim só atura os filhos dos outros, esses sim, educados e de fácil trato.

E é por isso que prefiro nem sair do conforto da minha casa.
A minha mãe, irmã e o meu pai foram. Contrariados e sem vontade nenhuma, mas foram. Mandaram-me uma sms a dizer que estavam fatos de aturar o miúdo aos berros, a destruir tudo que era prenda que lhe ofereciam e a estragar os bolos com dentadas e dedadas e que eu fiz muito nem em não ir.

Dizem que as crianças são o nosso futuro. A ver por este espécimen digo: o futuro está perdido. Mas a culpa não é dele, é de quem tem obrigação de o educar e não o faz, porque… é muito cansativo.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Coisas que me irritam

Povo que é tão teimoso mas tão teimoso que até dá vontade de os mandar dar uma graaaande volta!!! E ainda por cima estão errados, sim errados!!! Não tenho nada contra quem é teimoso mas está correcto no que diz...agora teimar comigo coisas que eu sei como são...só me apetece partir-lhes a cara à chapada.
É o mesmo povo que tem sempre razão. Sim, eles sabem tudo sobre tudo. Quando não sabem inventam e continuam a estar certos.... e os outros é que têm que se calar...mas comigo têm pouca sorte.
Depois admiram-se que estão sozinhos, sem namorado/a ...é que não há pachorra que aguente.

Pelo amor da Santa!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Ai e tal os cat lovers...

Façam o favor de respeitar os cat lovers porque não fazemos mal a ninguém e somos capazes de nutrir sentimentos de afecto e digo mesmo, amor, por animais quando muita gente não consegue amar sequer quem tem em casa.
Lamento que quem não suporta os cat lovers desconheça por completo o que é sentir o carinho de um animal, o que é saber que confiam inteiramente em nós e que sentem as nossas emoções melhor que os humanos.
Lamento que não consigam entender o que é ser cativado por um animal, seja ele qual for.
Lamento que um cat lover receba mais afecto de um gato do que algumas pessoas recebem dos seus maridos/esposas.
Lamento que tenham uma vida vazia e se dediquem, entre outras coisas, a criticar quem vive com um coração quente e confortável.
Lamento.
Eu sou uma cat lover e sou muito feliz.

Coisas de gaja

Hoje está um temporal do c&aralho, como se diz no norte ou se preferirem, tempo medolho como se diz lá para baixo. É chuva ,é vento, é humidade, tudo molhado, não se consegue abrir o guarda-chuva, enfim... está bom para estar na caminha quentinha.
Hoje 4 das 6 mulheres que cá trabalham vieram com o cabelo preso. É ou não é coisa de gaja?!

Aparências

Há povo que vive de aparências. Pensam que têm o rei na barriga só porque, há décadas atrás, a familia tinha posses. Sim, tinha...passado! Eram as quintas vinícolas, as herdades, o hotel, sim...mas eram...já não existem mais, foram-se e sendo assim não há dinheiro. Mas eles gostam de fingir que são ricos e têm dinheiro. Por acaso até têm a sorte de ainda terem lá um apartamento na foz, muito bem localizado mas dinheiro que é bom nada... O que ganham com o seu salário é insuficiente para sustentar vicios de rico e comprar coisas banais tais como...comida imagine-se! Sim, têm os frigorificos vazios, condominio em atraso, mas frequentam o Dr. Póvoas,  o spa do momento e andam de Mercedes claro está, porque são da alta society...  Gabam-se das viagens que fizeram há anos atrás... ou que pura e simplesmente imaginaram que fizeram e  a malta acredita, afinal parecem gente fina, com posses. Não são uns pindéricos que se vestem em outlets ou andam de metro. Não, eles são chiquérrimos e não gostam de se misturar com o povo, como lhe chamam, porque são básicos, sem classe, sem stile e sem cultura. Receberam o salário e subsidio há dias, mas já o estouraram, não em compras de supermercado, mas em tratamentos de beleza e  roupa...o frigorifico da foz, esse, continua vazio! E depois o povo olha para eles e pensa baixinho..."que sorte que estes têm, só queria ser como eles". Pois eu prefiro ser povinho mas não me faltar nada em casa nem dever nada a ninguém.

O NOSSO Natal

Tenho um pressentimento que este Natal vai ser especial.
Cá em casa reina a alegria e boa disposição. Já preparamos umas brincadeiras para fazer com a malta... e temos uma garrafa especial de Krug no frigorifico, para abrir pela altura do lanche de dia 24.
Eu e o namorado andamos em lua-de-mel, como quase sempre e estamos muito animados. Depois eu conto tudo!!! Mas só depois.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Dos medicamentos

Isto há coisas estranhas.
E muitas vezes os médicos receitam coisas que não entendemos, mas os experts são eles e não nós.
Posso dizer que tomei, durante meses, um remédio que é maioritáriamente usado por homens com problemas de próstata. Sim PRÓSTATA. Fui alertada pelo médico para explicar na farmácia que não, não havia engano e o remédio era mesmo para mim. Como também tem propriedades vaso dilatadoras...e eu sofro de retenção urinária... foi-se a ver e o medicamento até fazia algum efeito.
Não me nasceu próstata nem engrossei voz. Também não me cresceram pêlos no peito nem barba.

Tá tudo mudado

Já não se fazem mais como antigamente.
Então não é que eu ligo para a minha progenitora às 8.30h da manhã e ela está a dormir???
8.30h da manhã??? de uma quinta feira?
Ai Ai

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Olha ide cagar pró mato

Então vão colocar o n.º de dias de indeminização por despedimento ao nível da União Europeia (10 dias por casa ano de serviço)?!
Ah eu concordo plenamente. Podiam aproveitar e meter também os salários a esse nível, bem como as condições de acesso à  saúde e educação, apoios à maternidade, ao cuidado com os mais velhos, etc e tal. Sim, TUDO ao nível da UE!
Lembram-se que estamos nela só para o que lhes convém??? Ide mas é cagar pró mato a limpai o cú às urtigas.

Hoje dá jeito

Uma camisola interior termotebe!
Quem se lembra?




One down, many to go

E pronto (ss) foi-se a primeira bola da árvore de Natal.
Caiu ao chão e partiu, assim sozinha...se calhar foi suicidio... Não, não foi nada, foi mesmo o gato mais lindo do mundo que resolveu não só depenar um dos passarinhos que eu tenho na árvore, como fazer boxe contra a bola vermelha que estava ali a desafia-lo e zumba, mandou-se a ela com biolência  e escacou-a no chão.
Tadinho do bichinho não tem culpa, é da sua natureza e temos que respeitar. Já que eu não posso fazer boxe contra as fussas de alguns colegas...ao menos o animal que se divirta, e depois, fazer exercicio é saudavel... e fazemo-lo em familia...ora corre o gato para a árvore, ora corro eu atrás do gato...ora corre o namorado...é uma animação.
Boas festas.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Em modo estágio

Desde que tenho o meu gatinho lindo cá em casa, que sinto-me em periodo de estágio.

Sei o que é não comer descansada porque ele quer provar tudo o que levo à boca, vai com a pata à comida, não posso beber um iogurte sem ter que lhe dar um bocadinho.

Sei o que é acordar de noite porque ele quer ir para debaixo dos lençois e dormir nos meus braços como se fosse uma criança.

Sei o que é acordar todos os dias de madrugada, fins de semana incluidos, para lhe dar de comer...caso contrário a vizinhança acorda tal são os berros.

Sei o que é passar a esfregona pela casa e ter alguém a patanhar o chão.

Sei que tenho que dar miminhos sempre que ele se porta bem, incluindo afiar as unhas no arranhador.

Sei o que é ter que aspirar a casa diariamente, principalmente no Verão, devido a pêlo que ele larga.

Sei o que é comprar presentes para ele no Natal e aniversário.

Sei o que é ficar com o coração em pedaços sempre que viajo e ele fica cá, sozinho...tadinho.

Sei o que é andar com a roupa cheia de pêlo...não adianta tirar...aquilo multiplica-se jasus.

Podem vir as fraldas e o beberões que eu vou acabar o estágio com nota máxima!

Isto há cada uma

Isto há povo que raramente sai de casa.
Não conhecem os restaurantes nem os destinos de férias, mas depois quando é para marcar um jantar de Natal ou quando se conversa sobre férias...jasus...tudo tem defeito. Não conhecem nada mas é tudo básico, a carne é rançosa, os hoteis são foleiros, do pior dizem.

Seja como for, nada está bem, tem tudo defeito a não ser os sitios que eles indicam. Sim esses são ooo máááximo, só a manicure que frequenta é que é competente, o cabeleireira é um must, os hoteis que não frequenta é que são bons, porque...leu numa revista...hum... ok. Ah e também só o tamanho de silicone que escolheram é que assenta perfeito no corpo, todas as outras mulheres que também têm silicone estão uma desgraça, desproporcionais, horriveis mesmo.

Quando digo que vou a 3º vez para as Maldivas e para o mesmo hotel (Meeru), simplesmente porque adoro, (haverá melhores mas nós gostamos daquele) comentam logo ai que básico, vai para outros sitios, sei lá...polinésia francesa, bora bora, essas coisas... eu então pergunto em que hotel é que ficaram lá nesses sitios...ah eu nunca fui, não tenho dinheiro, sabes que eu gasto muito em sapatos e roupa, não dá para tudo.... então está mas é caladinha pá...olha por ti abaixo.

Não há pachorra para aturar gente assim, há conta destas e de outras é que já não são convidados para alguns dos nossos convivios... gente desagradável pá, rancorosa com a vida... ui distância.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Colecção de cromos

Esta também não aconteceu comigo mas está muito engraçada e ta,mbém já aconteceu há uns aninhos.

Uma amiga minha trabalhava num pronto-a-vestir.
Uma cliente compra umas peças e quando vai pagar diz que quer usar o cartão multibanco. A funcionária faz os procedimentos normais...passa o cartão na máquina e diz à cliente:

-Confirme o valor, por favor,  depois faz ok-codigo-ok. Ao que a cliente pega no tpa olha para o valor das compras diz à funcionária que sim está certo, coloca o tpa junto á boca e diz para a máquina "ok codigo ok".

No comments

Coisas que me metem confusão

As séries juvenis tipo Morangos com Açucar e afins.
São um mau exemplo para a juventude. Dão a entender que é normal beber até cair para o lado, ir para a cama com qualquer um, ser mãe adolescente é banal e drogas é o pão nosso de cada dia, para já não falar em violência... juntam-se uns quantos e dão uma carga de lenha num e isso é normal... depois acordam bebados no banco do jardim também é coisa comum. Pais? hum... que é isso...ah sim são aqueles seres chatos com quem vamos ter quando precisamos de guito ou de tecnologia de última geração.

sábado, 8 de dezembro de 2012

Portugal internacional

Portugal não é a Grécia.
Isso já todos sabemos...somos mais bonitos, cozinhamos melhor e temos o galo de Barcelos.
Mas uma coisa é verdade, estamo-nos a ver gregos para ultrapassar esta crise, para o ano ficaremos de olhos em bico ao olharmos para o extracto bancário e nem uma sesta espanhola nos vai sossegar.
Em vez do bailinho da Madeira vamos mas é sambar, mas aqui mesmo porque não há guito para viagens, se não podemos andar de carro apitamos o comboios e vamos de metro. Bebemos um mojitos e fazemos o hula hula no carnaval. Não podemos comer cozido à portuguesa, vai um hamburguer americano ou uns tacos e se acabar a pipa de vinho vamos à torneira beber cloro e fazemos uma limpeza profunda às tripas...não à moda do Porto, claro.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Coisas que NÃO acontecem a donos de gatos

Ter de ir ao banco entregar uma nota de 200€ roida pelo cão.

Também já recepcionamos notas estragadas por coelhos e macacos.
Sim, aqui acontece de tudo. A minha vida é uma animação.

Vá-se lá entender

Na altura em que eu era estagiária não usava aliança apesar de ser casada.
Uma das colegas tratava-me por tu, nada contra, até agradecia pois ser tratado por você pesa um bocado...sentimo-nos velhas...coisas de gaja.
Em conversa disse "o meu marido blá blá blá", ao que ela repondeu marido? não sabia que eras casada...
A partir dai começou a tratar-me por você.
Vá-se lá entender isto.

O meu maior medo

Tenho muito medo, panico mesmo, que Deus me castigue por ter andado 20 anos a gritar aos 7 ventos que não queria filhos.
Senhor Perdoai-me.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Não é piada

"O Instituto de Meteorologia colocou sob aviso amarelo os distritos do Porto, de Viana do Castelo e de Braga, desde a tarde desta quinta-feira, até à madrugada de sexta-feira, devido a períodos de chuva que poderá ser forte."
 
Pois é. E ninguém percebe que com o tempo assim despertam os traumas em quem é magra. Sim isto não é tudo bom. Quando está vento nós temos medo de ir pelos ares, sim, apanhar uma rajada numa esquina e pum...só parar a kms de distância. Só apetece andar com paralelos nos bolsos para não levantar voo...
Ninguém percebe esta ângustia... Se não regressar a estes lados, por favor, mandem-se ir buscar ao parque da cidade lá do Porto, carago.

Mainada

- O departamento jurídico anda de trombas, depois daquela circular medonha...

Resposta do chefe dos chefes: Os elefantes andam assim toda a vida e são felizes!

Inocência

Lembro-me de ser criança e de pedir uma bicicleta ao Pai Natal. Na casa antiga dos meus pais não havia fogão a lenha nem lareira. Existia somente o fogão normal, que tinha uma tampa em aluminio branco e era ai que pousavamos um sapato de cada membro da familia, na noite de Natal, antes de irmos dormir. Depois era só esperar pelo Pai Natal.
De manhã regalavamos os olhos ao ver os embrulhos de presentes em cascata e no topo estava o respectivo sapato em cima.
Lembro-me que não recebi a bicicleta de presente...ao que fiquei desiludida mas pensei melhor e cheguei à conclusão que só não a tinha recebido porque não tinhamos chaminé...só havia um buraco por onde saiam os cheiros da comida. Ora era obvio que a bicicleta não passava pelo cano tão estrieito, pelo que o Pai Natal ficou perdoado.

Coisas que me irritam

Homens doentes.

Jasus...não há pachorra que aguente. Parece que o mundo vai acabar, é só lamurias, dores, angustias, gemidos...e tudo por uma gripe... sim uma simples gripe. Aquela coisa que quando as mulheres apanham continuam  a ter que se levantar da cama para cozinhar, arrumar...ás vezes até mesmo trabalhar...ir ao supermercado, estender roupa...enfim...é só uma gripe, no meio de narizes vermelhos e lenços ranhosos, vamos tentando fazer coisas necessárias. Já os homens alapam-se na cama de comando na mão... e não se levantam mais...é que nem para comer...mas comigo não...não há comidinhas na cama porque a minha casa não é hospital nem hotel, nem tão pouco tenho filhos pequenos! A sopinha serve-se na cozinha  porque não tens as pernas partidas querido, nem a cozinha fica a 2 kms do quarto...não! É já ali! Anda, levanta a peida e anda comer que gripe nunca matou ninguém...e o fim do mundo é só mais pró fim do mês.

Planos para o futuro # 2

Tenho a informar que já escolhemos o nome do nosso futuro (?) filho.

Então se for menino será Eduardo.
Se for menina será Leonor.

Na eventualidade de serem gémeos verdadeiros o nome do segundo será..."sorte grande". Oh sorte grande, anda aqui à mãe...


quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Colecção de cromos

Esta aconteceu com um colega de faculade, há uns quantos anos atrás:

Então o rapaz trabalhava em part-time numa operadora móvel na área de apoio ao cliente, via telefone.
Ligou para lá um senhor que se queixou que tinha carregado o telemóvel com 5 contos...sim ainda era em contos... e que continuava a não conseguir efectuar chamadas.
Passados longos minutos o meu colega acaba por dizer:

-Mas explique-me lá como é que carregou o telemóvel?
-Oh, como é que eu carreguei o telemóvel(?!)... então tirei a bateria, coloquei a nota de 5 contos bem dobradinha e voltei a pôr a bateria no sitio.

LLLLLLLLLLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Porque no te callas

Mas porque é que ainda dão tempo de antena a um gajo como o Mário Soares?
Para começar esse desertor não é exemplo para ninguém, nunca fez nada que se aproveitasse e já está claramente xexé da cabeça.
A culpa não é dele, é de quem ainda usa as palavra sdele para alguma coisa. Ele que olhe por ele abaixo...farta-se de mamar e ainda assim manda bitaites.
Vá prá caminha senhor...prá caminha!!!

Inconveniências

Isto há povo (subentenda-se gajas) que quando têm namorado é tão choninhas mas tão choninhas... não vão jantar com o pessoal porque é sexta-feira e é dia de estar com o rapaz (leia-se picar o ponto)...ai depois só podem ir se for um restaurante perto de casa que é para o moço não esperar muito... depois é ele ligar e ela sair disparada pela porta fora a correr, que o rapaz já está a chegar... p&ta que as pariu com tanta criquice!!!
Um dia o rapaz dá-lhe com os pés e ela volta a estar sozinha. Agora já pode  jantar à sexta-feira à noite e mais...até quer ir a um bar de strip a seguir e tudo! Que revolução que vai naquela vida...agora é toda noitadas e mais não sei o quê...que não condeno porque não tenho nada a ver com isso, mas revolta-me que pondere desencaminhar o pessoal, todo casado ou bem arrumado, sem ter a lata de reparar que os outros não querem, nem precisam, de ir para bares de strip porque não vão arranjar chatices em casa por causa de uma tola que quando tem gajo não sai e quando não tem arma-se ao putedo.
Tenho dito.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Coisas que me metem confusão

Chavalada de 13 - 14 anos a falar de namorados para cima e namorados para baixo.
Pirralhos de 13-14 anos que nem barba têm, abraçados de manhã cedo a caminho da escola... a fumar o seu cigarro à men ou, pior ainda, elas a fumar à puta... com as suas t-shirts todas maradas mesmo quando faz um frio de rachar como hoje.
Acho que este mundo está perdido.

Hemorroides laborais

Eu desconfio que o meu colega da frente sofre de hemorroides.

A criatura não consegue estar mais de 10 minutos sentado, mas o curioso é que isso só sucede quando há clientes ao balcão ou a entrar pela porta dentro, caso contrário, está sentadinho a navegar na net.
São hemorroides selectivas.
Ele levanta-se e vai tirar uma fotocópia, depois quando se senta mete-a ao lixo... entra um cliente e ele levanta-se e vai beber água só regressando quando já está a ser atendido por outra pessoa....está fila mas mesmo assim levanta-se e vai telefonar...note-se que em duas horas ele só ligou 4 vezes para casa... vá-se lá saber porquê...levanta-se e vai fumar...depois levanta-se para ir à wc... que sim, está no direito dele, depois levanta-se e vai tomar café...pois acho muito bem que os outros também vão, depois levanta-se e vai beber água novamente e andamos nisto o dia todo até o serviço ser prontamente despachado por outros...

Coitado, chego a ter pena dele... hemorroides... deve doer para c&ralho ...consigo ver-lhe o sofrimento na cara. Na dele e na dos outros colegas que têm que aturar este mono fugitivo ao trabalho.

Daí-me paciência Senhor porque se me dais força eu arranco-lhe as hemorroides à chapada.

domingo, 2 de dezembro de 2012