terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Para me incomodar não saio de casa

No domingo e meu sobrinho mais novo fez 5 anos. Como de costume fomos convidados para cantar os parabéns e comer uma fatia de bolo de aniversário. Ora como eu não gosto de chachadas nem faço fretes não fui.

Ah e tal mas porquê? És mesmo má!

Não não sou! A razão é simples. As pessoas têm filhos porque a sociedade diz que se deve ter crianças e mais tarde têm outro porque a filha quer um irmão, e depois é só dar-lhes de comer e deixá-los crescer naturalmente, sem regras, sem limites, sem bom senso, sim, porque isto de educar um filho dá muito trabalho, então mais vale deixá-lo fazer tudo o que ele quer porque assim os pais não se chateiam. A criança ainda não sabe falar com 5 anos? Não faz mal, quando for para a escola aprende porque isto de ensinar e incentivar a criança a falar é cansativo e ninguém está para isso. O bebé de 5 anos passa a vida a chorar de mimo porque não pode ser contrariado? Não faz mal coitadinho, ele ainda é pequenino. E ele vê um bolo e decide espetar a cara no bolo e trincá-lo de uma ponta a outra? E não lava a cara nem as mãos porque não quer, nem os pais obrigam? Não faz mal, ele está em casa dele e faz o que bem entender e ninguém o pode repreender, sim, temos que ficar com a roupa toda suja porque o bebé de 5 anos não pode ser contrariado. E ele pega no primo mais novo um ano e abana-o muito, mas não faz mal porque ele é um bebé, coitadinho.

E é assim!

A senhora minha irmã diz que a criança já tem muitas regras no infantário e por isso quando chega a casa deixa-o fazer tudo. Eu não tenho paciência para lhe explicar que numa sociedade civilizada há regras para tudo, porque ela não entende. Também não me apetece dizer ao meu cunhado que desde que o filho nasceu, ele arranjou uma série de eventos e programas onde se enfiar, que é para não ter que aturar a família, não, que isso é cansativo, aturar os filhos dele?! Não! Então resolveu ser catequista porque assim só atura os filhos dos outros, esses sim, educados e de fácil trato.

E é por isso que prefiro nem sair do conforto da minha casa.
A minha mãe, irmã e o meu pai foram. Contrariados e sem vontade nenhuma, mas foram. Mandaram-me uma sms a dizer que estavam fatos de aturar o miúdo aos berros, a destruir tudo que era prenda que lhe ofereciam e a estragar os bolos com dentadas e dedadas e que eu fiz muito nem em não ir.

Dizem que as crianças são o nosso futuro. A ver por este espécimen digo: o futuro está perdido. Mas a culpa não é dele, é de quem tem obrigação de o educar e não o faz, porque… é muito cansativo.

4 comentários:

S* disse...

Pais ausentes geram filhos desobedientes. :/

Urso Misha disse...

So fucking true...

ah e tal as pessoas têm uma vida muita cansativa e coiso, é muito, mas muito melhor estar a ver tv no sofá e dizer vai ver tv ou vai fazer aquilo.

Urso Misha disse...

Rima e é verdade

mas pior é pais em casa que se maribam para os filhos porque têm coisas mais "importantes" para fazer...

Katie disse...

Verdade!
Infelizmente cada vez mais as nossas crianças são desobedientes, muitas vezes por negligência dos pais!