quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Sorte ou azar

Passou por cá uma cliente que, dependendo do ponto de vista, tem muito azar... ou muita sorte! Então é assim:

A sogra desapareceu... até pode ser uma coisa boa, tanta gente a queixar-se da sua sogra e a dela desaparece assim do nada... flup...evaporou-se...

O sogro está em coma... também não tem que ser algo negativo, senão vejamos: com a sogra dela em parte incerta, quem é que teria que tratar do velho? Dar-lhe banho, vesti-lo, dar-lhe de comer, estar presa em casa para lhe fazer companhia etc e tal...

O marido faleceu há um mês... ora também pode ser considerada uma gaja com sorte. Eu tive que me divorciar do meu porque o gajo teimava em viver...assim fiquei sem casa paga, sem compensação do seguro e sem meia reforma... Se ele tivesse batido a bota eu agora era viúva dona de um imovel, a viver de pensão e com dinheirinho do bolso e dizia que tinha sido muito feliz no meu casamento, sim porque depois de morta as pessoas viram santas, não é verdade?

 A gaja tem sorte ou não tem sorte? 

Sem comentários: