terça-feira, 5 de março de 2013

Afinal a crise não chega a todos

Há 3 portugueses na lista dos mais ricos do mundo.

Coitados já pensaram o que é ter que viver com fortuna estimada de mais de 3 biliões de USD? (sim eu ainda falo em biliões porque sou antiga...para mim isto de mil milhões é tudo muito moderno).

Mas como é que se alcança tamanha riqueza? Com muito trabalho claro! Trabalho árduo, dedicação, longos fins de semana de labuta, dias de férias sem gozar, quantas vezes trabalhar doente, com gripes e afins e quantas horas perdidas sem acompanhar o crescimento dos filhos, ah pois, não é facil. Mas um homem sozinho não alcança tamanha proeza, senão todos nós estavamos ricos, é preciso ter milhares de funcionários mal pagos a trabalharem para e por eles. Ah pois pode-se dizer que eles são empreendedores, têm visão, estratégia mas eu não conheço ninguém que tenha criado fortuna a trabalhar honestamente. São case studies nas universidades contudo só lhes reconheço parte do mérito. Outra parte esconde-se em jogadas politicas e financeiras que são encobertas nos lobbies.

No fundo esta fortuna é virtual. Representa somente o valor que arrecadariam, neste momento, se vendessem os seus activos. O mercado está instável...

Não desejo mal a ninguém mas gostaria de vê-los a sobreviver um ano com salários iguais aos que pagam aos seus colaboradores...aos cidadãos comuns que enchem as prateleiras dos seus negócios, que transportam os seus bens, aqueles que fazem caixa no supermercado (e não os seus assessores que comem da mesma gamela que eles).

1 comentário:

Orquídea Branca disse...

os patrões honestos são os que mais crise passam...por experiência sei isso muita bem :(