segunda-feira, 25 de março de 2013

Ainda sobre os casamentos/uniões

Aqui há uns dias escrevi isto sobre casamentos/uniões e a relação directa entre sexo e tarefas domésticas.

Muitos homens defendem que como têm pouco sexo em casa, arranjam por fora e estão desculpados ...coitadinhos!!!

O que eles não sabem é que enquanto tratam as mulheres/companheiras como criadas para todo o serviço há outros, fora de casa, que as tratam com delicadeza, dando-lhes aquilo que elas não têm em casa como atenção, apoio, são ouvidas, interessam-se pelo que elas pensam... enfim, a canção do bandido como todos sabemos. Acontece que esta canção entra a 10 e sai a 50.000 em mulheres que são estimadas em casa, depois há as outras, aquelas que têm déficit de atenção, falam prás paredes porque os maridos não ligam nenhuma, sentem-se criadas... e então aparece aquele fulano ali ao lado a mostrar interesse, a demonstrar que afinal não temos só defeitos (sim porque depois de casar nós mulheres só temos defeitos, somos umas chatas etc e tal) também temos qualidades... e malta começa a gostar da companhia e depois... umas caem fisicamente na canção do bandido outras só caem emocionalmente.

Básicamente é isto: o homem procura fora o que não tem em casa e a mulher encontra a atenção desejada.
Não há santas nem culpados absolutos!
Uma coisa é certa, mulher realizada leva o marido ao céu, sexualmente falando, para não haver dúvidas!



3 comentários:

Orquídea Branca disse...

leva o homem ao céu e é levada também :) se for apoiada por ele e ajudada por ele na hora "H" só há benefícios para os dois :)

Mariposa Colorida disse...

Concordo em absoluto. Cada um procura aquilo que mais precisa!

Paulo Nunes disse...

O problema é:
Será que isso podia ter sido evitado se conhecessem bem o vosso parceiro? são criadas? e só com o casamento é que descobriram isso? durante o namoro não se conseguem ver esses pormenores? se ele tem iniciativa para cozinhar, para ajudar na casa, seja em casa dos sogros ou noutro sitio qualquer?
Eu.. que tenho olhos de lince... qd estava de olho numa, ia a casa dela. Uma casa demonstra bem o que uma pessoa é. Eu tinha ataques cardiacos com a lixarada que havia, roupa espalhada pela casa, loiça para lavar, tudo desorganizado. Ia namorar uma pessoa assim? claro que não! risco por cima! Era gira? boazona? divertida? inteligente? não chega minhas amigas... para mim não chega!