sexta-feira, 22 de março de 2013

Da traição

Como corro o risco de morrer de fome venho só esclarecer uma coisinha, na sequência de mais um post no shiuuu. A autora, casada há 25 anos, diz que vasculhou o telemóvel do marido e descobriu que ele anda novamente com a amante e não sabe o que há-de fazer até porque tem um filho e blá blá blá...
Isto para mim é muito simples:

Quem procura encontra!

Ou estamos preparados para aguentar as consequências da descoberta ou então é melhor não saber de nada e viver na ignorância. (sim, a ignorância por vezes é uma benção)

Vejamos:

Para que queremos saber se somos traidos se depois não conseguimos viver sem essa pessoa, vamos perdoá-la e assim dar-lhe carta branca para continuar a trair? Sim porque a historinha que nunca mais vai acontecer é treta, toda a gente sabe disso! É para nos fazermos de vitima? Sim porque descobrir uma traição e continuar a relação para mim é impensável, pelo que prefiro nem saber, logo não procuro!

Se não estamos preparados para o fim da relação, pelos mais variados motivos, seja financeiros, seja familiares, seja por amor, então porque queremos descobrir a traição? Para esfregar na cara do outro? Serve para quê? Para ele ter a certeza que pode continuar a fazê-lo!!!

Eu não procuro, tenho medo de encontrar e depois que vou fazer? Nã nã, eu prefiro nem saber!

4 comentários:

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Eu preferia sempre saber. Mas concordo contigo em tudo o resto.

O Mesmo Gajo disse...

E depois, lavado e passado a ferro, fica como novo!!

:p

Anónimo disse...

Eu cá não penso que "Quem procura encontra", a não ser que haja mesmo algo que encontrar; mas atenção, estou a falar de pessoas que não deixam o seu lado racional de lado, porque há quem esteja convencido q é traido (e não é) e que ao ecnontrar qualquer coisa q ache minimamente duvidosa (mesmo que até tenha uma explicação plausivel) vai achar que aquilo é alguma prova ou indicio de que o parceiro traiu, e não estou a falar desses casos... porque esses sim, concordo que quem procura encontra! =)

Agora, fazer o quê depois de encontrar as provas, isso é com cada um! Pessoalmente não acredito que "quem trai uma vez, trai sempre", apesar de serem poucos os casos, mas pronto, é sempre bom sabermos com quem nos relacionamos. Se vamos fazer algo ou não, isso já vai de cada um.

Anónimo disse...

Vou fazer algo, sim.
Amo-o muito, apesar de tudo, mas tenho que me amar e respeitar 1º.
Dei outra oportunidade porque, além de amá-lo, acredito que todos temos direito a uma 2ª oportunidade.
Agora, à 3ª, só cai quem quer e eu não quero.
Ass: A autora do segredo