segunda-feira, 11 de março de 2013

Das viagens

Viajar para mim significa conhecer novos locais, novas culturas, descansar, às vezes regressar mais cansada, consoante o tipo de férias mas a viagem tem que me trazer, acima de tudo, conforto, prazer e comodidade. Por outras palavras, só viajo se tiver condições para tal de modo a que "não me falte nada".

Sou incapaz de me meter num carro e ir Europa fora com o dinheiro contado.

Não me passa pela cabeça que durante os dias da viagem me vou alimentar de sandes e água dentro de um automóvel. Para mim é indispensavel sentar num restaurante ou esplanada e saborear uma boa refeição e um bom vinho.

Não fico à porta das catedrais e museus só porque a entrada é paga. Para ficar à porta mais vale nem sequer lá ir.

Não equaciono estar uma semana em regime de meia pensão em que ao almoço tenho que comer sandes feitas com pão "roubado" ao pequeno almoço.

Resumindo: Não vou de férias para passar fome, dormir e comer sandes em carros! Mas há quem o faça porque o importante é chegar e colocar posts ou fotos no facebook das praças onde se esteve e poder dizer que se viaja muito... à fome mas viaja-se.
Eu prefiro dizer que não sei se tirarei férias para o ano, porque o bebé é pequeno, porque financeiramente as coisas mudam mas principalmente porque não me quero privar de coisas fundamentais como comida e conforto só para poder mostrar aos outros que "estou bem na vida e sou uma gaja muito viajada".


3 comentários:

Orquídea Branca disse...

concordo contigo...sou como tu!!! quem não tem guita não sai de casa xD hihihi

O Blog da S. disse...

Concordo contigo, é preferível tirares umas férias como deve ser numa altura em que seja mais benéfico para ti, o que os outros pensam é o menor dos problemas!!!

Chic Maria disse...

Partilho dessa opinião. Ou bem que tenho para gastar e vou como deve ser ou fico cá! Era só o que faltava agora não entrar em museus e não ir a restaurantes , logo eu que adoro comer e adoro provar a gastronomia típica de cada sítio! :D