segunda-feira, 22 de abril de 2013

O fim da macacada - a saga sogra

A minha "sogra" convidou-me para ir jantar lá a casa. Nesse aspecto não tenho razão de queixa, convida-me várias vezes eu é que prefiro não ir para não dar trabalho, nem confiança.
Como disse ao meu namorado que não ia a senhora ligou-me, muito atenciosa a saber se estava tudo bem com a gravidez e se eu precisasse de alguma coisa para dizer. Quando ela me disse que estava a pensar comprar a banheira para o Eduardo eu repeti aquilo que o filho dela já lhe tinha dito: uma amiga minha já me emprestou a banheira e já está cá em casa.

Ai o Eduardo não precisa de coisas emprestadas... disse. Eu controlei-me ao telefone, disfarcei mas quando o meu namorado chegou a casa...ouviu-me!!! É que me saltou a tampa, é preciso ter uma lata. Em 7 meses nem uma babete deu ao neto e está a criticar quem me ofereceu, com todo o gosto, coisas emprestadas. Ela se tivesse tido gosto tinha-me dado mais cedo e eu já não precisava de aceitar emprestado. Agora não vou fazer a desfeita à minha amiga e devolver.
EU é que sei se o Eduardo precisa de coisas emprestadas ou não. EU é que tenho de governar as contas da casa. Não me meto na vida de ninguém e não admito que se metam na minha! Ela tem uma lata...não deu nada e ainda manda palpites.

O meu namorado, coitado porque realmente não tem culpa, encolheu os ombros, abraçou-me e disse para eu não ligar que é coisa de velha... para não me stressar com merdas que faz mal a mim e principalmente ao bebé. Tem razão claro está...mas que a velha tem lata...ai isso tem

9 comentários:

Orquídea Branca disse...

que lateira jasus :S mas fazes bem em aceitar coisas usadas...são coisas que mais tarde ou mais cedo ele vai deixar de usar...e depois? vais arrumar para um canto!!!

Eve disse...

olha k belas sogras nos sairam nas rifas.. a minha ex sogra tb era assim.. saltava-m a tampa dia sim dia sim

Paulo Nunes disse...

As mulheres são umas chatas!! já querias dar na cabeça no teu amorzinho! :)

Mariposa Colorida disse...

Mas vale a pena ficares aborrecida com uma coisa dessas? Porque não lhe sugeriste para oferecer outra coisa que precises?

Naja Capelo disse...

Olha... ando a presenciar um divórcio por causa da sogra... Relativiza e não entres nas estatísticas.

Cocó Chanel disse...

há sogras do piorio. Mas uma coisa o teu anmorado tem razão, não vele a pena te stressares só faz mal a ti e ao pequeno Eduardo. Ignora é o melhor remédio;)

Uba disse...

Ai mulher, tu respira fundo. Desconfio que as coisas vão ser ainda mais complicadas após o nascimento do piolho... Não sei porquê! :S

Boboquinha disse...

Humm... não estás aí com as hormonas um tanto descontroladas? É só uma futura avó (pela primeira vez?) toda sem saber o que fazer porque vai ter um neto. Imagina-te velhota já com o teu rebento com um rebento :) Mas não sei, não conheço, é só o que extraí do teu relato. Se calhar a senhora não soube este tempo todo o que oferecer e de repente achou que teve uma ideia brilhante mas aí percebeu que foi ultrapassada... E não tem mais ideias!

Morango Azul disse...

Se não tem ideias não critica quem as teve.
O que vale é que eu não preciso dela para nada e assim é mais fácil levar a coisa...mas que irrita, irrita. EU e o pai da criança é que decidimos se aceitamos coisas usadas e/ou da feira. ELA mete-se na vida DELA.