terça-feira, 14 de maio de 2013

Colecção de cromos

Apesar de não trabalhar há uns meses de vez em quando lembro-me de algumas peripécias como esta:

Entra um velhote, reformado, já conhecido no balcão e passa-me uma saca plástica para as mãos. Abro e vejo centenas de notas de 20 eur, em mau estado...MUITO mau estado, algumas pareciam roídas, desgastadas, com terra, tinham um cheiro esquisito e estavam húmidas. Disse ao senhor que dado o estado das notas não era possível fazer a troca de imediato mas que as ia reencaminhar para o banco de Portugal para se apurar a autenticidade e que passado umas semanas já haveria uma resposta. No entanto fiquei curiosa e phodida porque ia ter que pegar naquele ninho de notas nojentas e separá-las uma a uma e questionei o homem sobre o motivo que as levou àquele estado, deduzindo eu que ele as tivesse enterrado (é normal, muito normal.. uma disse-me que tinha 10.000 eur enterrados). A resposta foi:

- sabe aqui há uns meses um fulano andava a assaltar as casas dos vizinhos e com medo eu e a minha mulher escondemos o dinheiro na casota dos coelhos... o tempo passou e nunca mais nos lembramos... estes dias eu fui limpa-a e dei com o dinheiro lá... As notas estão cheias de merda e
mijo de coelho, acha que há salvação?

...
...
...

Estamos a falar de 2 000 eur... que eles já nem se lembravam que tinham em casa, ou melhor, na casota dos coelhos!

5 comentários:

Eve disse...

no-jen-to

homem sem blogue disse...

Que nojo!

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

Cristina Bernardo disse...

Ho Deus! podia as ter colocado lá, num fundo ou tecto falso!
Mas bom, sempre tens uns bons trocos... e, se ele quiser até lhe chamo avô!

Roger disse...

Que nojo, porra :/
Imagino a tua cara a ouvir aquilo xD

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Ca nojooooo!!!
Olha, eu não me esquecia assim de 2000e...