sábado, 29 de junho de 2013

Nasceu

Telegrama

Nasceu o Eduardo stop

Tem 46  cms e  2,790 Kgs stop

Anestesia geral stop

Estamos bem stop

Até breve stop

sexta-feira, 28 de junho de 2013

A puta da vida

E no dia em que nasce o meu filho parte uma das minhas melhores amigas. Tem que emigrar.
Nem vai conseguir ver o bebé porque o horário do voo não permite
Foi a pessoa que mais me apoiou neste projecto que é ter um filho. Desde a fase em que decidi que queria ser mãe mas ainda não tinha o "aval" do meu namorado até agora. Ouviu-me, apoiou-me, tranquilizou-me, orientou-me nestes receios de mãe de primeira viagem. Fez mais por mim mais do que algumas pessoas de família.
Estou triste mas a vida é mesmo assim... desejo-lhe toda a sorte e felicidades do mundo.
Obrigado por teres entrado na minha vida Cristininha.. Adoro-te!

quinta-feira, 27 de junho de 2013

À espera que me caia a ficha

Ora bem, o Eduardo nasce em menos de 48 horas.

Perguntam-me se estou ansiosa e a resposta é não. Tenho a sensação que ainda falta muito! Sempre imaginei que iria estar uma pilha de nervos nesta última semana mas a verdade é que nunca estive tão calma. Receio que me dê o chelique no sábado de manhã antes de ir para a maternidade...

Hoje lá me aventurei e saí de casa, fui ao cabeleireiro...sabe-se lá quando vou poder ir novamente. Pelo caminho sentei-me num banco de jardim, à beira rio, e à sombrinha (como os velhos). Ouvir a água a correr e os passarinhos soube mesmo bem... e é naquele percurso à beira rio que planeio passear diariamente com o bebé, tal como aconselhado pelas enfermeiras do curso de puericultura...para evitar ficar (mais) tolinha da cabeça. Também ando a seguir as promoções de um spa que existe cá nas redondezas para ir descontrair um bocado, fica a criança com o pai ou com a avó...
Bem, planos não me faltam o que falta mesmo é saber se a criança vai ser sossegada ou um diabinho... a ver se não stresso antes do tempo. Vai correr tudo bem, um dia após o outro, um dia melhor outro mais atribulado, nada que não se resolva pois se as outras conseguem eu também vou conseguir.

Espero que nunca seja preciso...

Para você que faz a diferença conheça o @[127763400616986:274:Salve o Planeta], #salveoplaneta
Conheça a página: @[263775640427343:274:Vida Brasil]

Realização

Há quem viva realizado profissionalmente. Pessoas que se dedicam de corpo e alma ao trabalho, sem horários, sem descansos, adiando constituição de família ou simplesmente ignorando a que já tem, deixando ao cônjuge a tarefa de criar os filhos sozinho. Muitas destas pessoas agem assim mesmo sendo assalariados...ou seja, nem são os donos da empresa, são simples trabalhadores mas que adoram o que fazem.

Mas o tempo passa, as empresas enriquecem, os filhos ou nem chegam a existir ou já cresceram sem a presença daquele pai/mãe, muitas vezes o divorcio bateu à porta fruta da ausência constante...e a vida segue, dia após dia, até que a idade começa a pesar...chegam os problemas de saúde, depois a velhice e é nesta altura em que se começa a olhar para trás... a ver o que se alcançou... uma vida de trabalho, sucesso, viagens profissionais, mas de casa vazia...sem ninguém para falar, para nos acompanhar ao médico, para se preocupar connosco...Mesmo quem tem filhos sente-se sozinho pois se nunca os acompanhou quando eram novos porque haveriam eles de deixar a sua vidinha agora para acompanhar esse pai/mãe tantas vezes ausente, que na prática se revela um estranho?! E a vida segue, dia após dia, e a solidão aumenta e é inevitável perguntar: para que trabalhei eu tanto? Porque prescindi de tempo com a minha família, ou porque nem sequer tive tempo de a constituir? Mas agora é tarde para este tipo de reflexão...o melhor é ficar com as lembranças de quando se era um profissional realizado e de sucesso e , naquela cama de hospital, dar a mão à carreira porque tanto se lutou, esta sim, a companheira inseparável.

PAC

Está na capa do jornal Público que a reforma da Politica Agrícola Comum vai aumentar as ajuda aos agricultores portugueses...portanto...mais subsídios!
Ora se há  coisa que eu NÂO percebo é de agricultura! E parece ser uma actividade mesmo difícil senão vejamos:

- se chove é porque chove, é preciso subsidio
- se está sol é porque está sol, venha daí o subsidio
- se está vento é porque as estufas foram pelo ar, é preciso subsidio
- se é preciso modernizar a casa de ordenha, pede-se um subsidio
- se as vacas apanharam uma infecção e morreram, pede-se um subsidio
- é preciso comprar um tractor, pede-se subsidio
- o gasóleo está caro, inventa-se o gasóleo agrícola que é mais barato para eles aproveitarem e atestarem os mercedes

Há subsídios para tudo e mais alguma coisa e ainda assim eles dizem que não ganham para pagar as despesas.  Mas andam de Mercedes. A ser assim como é que os intermediários, tipo cooperativas e afins, apresentam lucros de milhões? Algo vai mal na nossa agricultura e a mim parece-me que quem mais trabalha, de sol a sol é verdade, é quem menos recebe e quem passa os dias nos gabinetes enche os bolsos...mas também...é assim em todas as actividades, só é pena que não haja subsídios para elas também.

Uma perguntinha: o que fizeram ao dinheiro no tempo das vacas gordas e subsídios a fundo perdido? Foram para os Mercedes e agora está na hora de os trocar.

E um subsidiozinho aqui para casa não se arranja? Afinal de contas vou passar os próximos meses em modo: vaca leiteira. Onde é que preencho mesmo os papeis?

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Das comissões de manutenção da conta depósitos à ordem (D.O.)

A DECO, para mostrar serviço, quer que o governo perca tempo a analisar o aumento das comissões de manutenção das contas praticadas pelos bancos. Diz ela que houve um aumento de 40% e que isso é vergonhoso. Pois DECO infelizmente não foi só isso que aumentou nos últimos tempos: subiram os combustíveis, a água, a luz, o gás, a alimentação, os transportes públicos, os impostos sobre as pessoas e sobre os bancos... E o povo fica contente porque afinal os bancos também já pagam impostos...pois achavam que eles iam suportar esse imposto? Não! Obviamente que o fazem reportar aos clientes, dah!!!

Mas vamos ao que interessa:
É verdade sim senhor que acima de determinado saldo médio da conta D.O. as mesmas ficam isentas da comissão de manutenção...pelo que sim, é verdade, que quem menos tem mais paga! Posto isto tenho a dizer que:

Só tem conta no banco quem quer... Nalguns casos é a entidade patronal que obriga a abertura de conta em determinado banco para seu próprio interesse...nesse caso é favor se queixar com o patrão porque o banco não tem culpa nenhuma.

O banco paga à empresa responsável pelo seu sistema informático, normalmente uma empresa do grupo, por cada conta activa...ora se essa conta não traz rentabilidade suficiente ao banco quer dizer que está a dar prejuízo, logo não interessa nada e se até a santa casa da misericórdia se cobra dos seus serviços porque é que um banco não o faria?


Também é preciso dizer que há povo que abre:

- uma conta para receber o abono de família;
- uma conta para receber o salário dela;
- uma conta para receber o salário do cônjuge;
- uma conta onde fazem o credito habitação;
- uma conta para a empresa;
- uma conta para funcionar como saco azul da empresa;
- uma conta para receber os pagamentos do part time que tem;
- uma conta com o/a amante;
 
E sendo assim é normal uma pessoa ter mais de 5 contas num banco... todas com meia dúzia de trocos, mas preferem que assim seja porque é mais fácil "controlar" o dinheiro... então que paguem a comissão e não se queixem!

A correspondência bancária que recebemos em casa tem que ser paga...ah pois...os correios não fazem o serviço de graça, assim como é preciso pagar as chamadas telefónicas que se fazem a lembrar o cliente que tem a conta a descoberto porque passou um cheque sem cobertura.

Já agora gostava de lembrar que a DECO também cobra mensalmente aos seus associados uma quota... e o pagamento deve ser feito por transferência bancária...  e então pergunto: porque não trabalham eles de graça? Porque só ajudam quem é seu associado? Pois, pois é tudo muito bonito mas é cantado!

Querida irmã

Não pedi a tua opinião nem conselho.

Deixa-me viver a MINHA vida e aconselho-te a viveres a tua.

Coisas que não entendo (mas se calhar daqui a algum tempo vou entender...ou não)

Pais que deixam os filhos dormir na cama com eles até tarde, e por tarde falo até aos 3-4 anos.
Não entendo!
Se até na cama deles dentro do quarto dos pais me faz confusão, imagina na CA-MA com os pais.

Duvida n.º1: como é que cabem todos na cama? Não se viram? Dormem em cadeirinha sempre na mesma posição?
Dúvida n.º2: Qual a vantagem disso?
Dúvida n.º 3: e sexo? Como é que fazem sexo com a criança tão grande ali? é que se tem só uns mesitos o bebé não percebe...agora com 3-4 anos? Ou fazem sexo noutra divisão da casa?
Dúvida n.º4: Se depois de tantos anos a criança já está habituada a dormir com os pais não é MUITO mais difícil fazer a transação para o quarto dela?

Por cá o plano é este (a ver se o consigo concretizar):

A criança tem o quarto dela com tudo lá. Tem a caminha dela e tem uma cama de casal (e ainda sobra muito espaço) e EU, nos primeiros meses é que vou dormir para lá e mais tarde irá o pai, quando for vez dele ficar com ela. Será que é assim tão disparatado? :S Também podem perguntar e sexo, se está cada um no seu quarto? Posso sempre dar uma fugida até ao quarto de casal...para uma rapidinha...dizem as minhas amigas que depois com crianças só há tempo para rapidinhas... será que é verdade?

terça-feira, 25 de junho de 2013

Aguardo carta de despedimento

Um caramelo trabalhou 6 meses (MESES) na administração do nosso banco público.
Foi despedido, repito DES-PE-DI-DO!
A titulo indemnizatório recebeu entre 500.000  eur a 800.000 eur...ele diz que não se lembra ao certo da quantia (é como eu...mais 5 eur na conta menos 5 eur na conta nem dou por ela, percebo perfeitamente).

Como se não bastasse o absurdo é agora, 10 anos depois, novamente contratado para assumir funções na mesma instituição.

Ora eu tenho 7 anos de serviço... meio milhão vezes 14 semestres dá 7milhões eur mas como eu sou boa rapariga deixo a coisa por 5 milhões. Meus senhores podem-me enviar o cheque, e daqui a 10 anos quando o meu filho já for grandinho eu volto ao serviço, combinado!? Optimo!

Momento alto do dia

Comer maças na varanda.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Mas que é isto???


A TV da cozinha não tem MEO pelo que só passa os 4 canais portugueses. Ligo-a enquanto tomo o pequeno almoço ou lancho rapidamente e cada vez que o faço arrependo-me.

Em menos de 24 horas vi a Fátima Lopes (apresentadora) vestida de noiva dentro do Big Brother, o Castelo Branco de vestido de noiva no splash, vejo uma entrevista a uma senhora que deixou de ser empregada de limpeza e passou a ser advogada (optima progressão profissional que aplaudo) que diz que consulta uma taróloga com regularidade para a ajudar com os casos que leva a tribunal e que mudou de casa por indicação desta ... Eu pergunto:

Anda tudo tolo?

Comerciais

Eu respeito todas as profissões honestas.
Há algumas com as quais me identifico e outras que seria incapaz de fazer. Uma delas é ser vendedor e andar de porta a porta a impingir tentar convencer o povo a comprar algo.
Como consumidora gosto de ser eu a tomar a iniciativa da compra e não ser forçada nem convencida por outros.

Quando a campainha cá de casa toca normalmente não abro...se não estou à espera de ninguém...não abro...nem vou espreitar sequer à camara para ver quem é...Mas como estou de baixa há 4 meses e posso ser fiscalizada é obvio que tenho que ter o cuidado de ver quem é e saber o que querem. De todas as vezes eram vendedores...povo que, sem saber, me obriga a levantar da cama e ir à campainha. Para mal dos meus pecados 95% dessas vezes eram todos vendedores da MEO...ora eu já tenho a MEO!  EU JÀ TE-NHO A ME-O! Será que custa assim tanto fazer algum trabalho de casa antes de sair a bater em todas as portas? Pior do que isso só quando me ligam da PT a perguntar se eu quero aderir ao serviço...EU JÀ TE-NHO A ME-O!

Mal a baixa acabe retiro o som à campainha!

domingo, 23 de junho de 2013

Ele podia ser um pai normal e comprar musica de embalar...

mas não era a mesma coisa!!!

O meu namorado consciente que a música acalma os bebés resolveu comprar uma aparelhagem para o quarto do Eduardo e uns CD´s.  E as escolham foram:

 - The Pink Floyd cool down experience (performed by the sunset lounge orchestra)

-  Bossa n´Stones (the electro-bossa songbook oh the Rolling Stones)

- Ladies & Gentlemen the best of  George Michael

Gastou ainda uma pequena fortuna num flash para  a máquina fotográfica, para poder tirar fotos em condições ao bebé e à mãe em casa. Viu umas all stars minúsculas e comprou-as também.

Ah, esqueci-me de dizer que foi ao shopping SÓ para comprar uns simples dvd´s para a máquina de filmar...

Estavam à espera do quê?

Parece que os brasileiros andam em guerra com o governo deles...com a Dilma.
Isto é como tudo...de bestial a besta é um pulinho!

Já é sabido há muito que o Brasil tem um potencial de crescimento enorme. Também é sabido que o povo de lá não é o mais ordeiro nem o menos violento e corrupto do mundo, muito devido às desigualdades sociais. Se as pessoas passam dificuldades e o governo gasta milhões em estádios é claro que vai gerar polémica. E num país onde os turistas não podem andar na rua com sapatlhas de marca, nem aliança, nem relógio como estavam à espera que fosse o descontentamento popular? Achavam que eles se iam manifestar pacificamente com flores nos cabelos? Achavam que iam desfilar nus pelas avenidas?  Achavam que se iam vestir de branco e largar balões nas praias?

Enfim...

sábado, 22 de junho de 2013

Contagem decrescente

A usufruir dos últimos dias de silêncio cá em casa somente interrompido pelo miar do meu gato a pedir comida às 5 da manhã.
Faltam 8 dias.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Não sinto falta nenhuma

de trabalhar, aturar clientes, colegas e chefes.

de ter horários.

de me maquilhar todos os dias.

de ter que pensar o que vestir.

de ter uma hora para almoço.

de usar tacão alto.

de ir ao supermercado.

Bater no ceguinho

Eu já nem vejo telejornais porque não há pachorra que aguente.

Hoje estava a tomar o pequeno almoço e liguei a tv. O assunto era os subsídios dos funcionários públicos. Sempre discordei com qualquer corte relativo a este assunto. É algo que existe no público e no privado e não devemos fazer discriminações. É um direito de todos e pronto!
Pelo que percebi a maioria dos funcionários públicos está a receber o subsidio de Natal por duodécimos e só receberá o de férias em Novembro....(foi o que disseram na reportagem). Mais uma vez gerou-se uma polémica à volta do assunto. Na minha modesta opinião tinha sido mais fácil o governo inverter a ordem do nome dos subsídios? Sim, porque não diz que o que estão a receber em duodécimos é o de férias e o de Novembro será o de Natal?! Não vai dar ao mesmo? E outra coisa que não percebo...Estão a receber um antecipadamente e ninguém se queixa... como vão receber outro atrasado já é o fim do mundo?! Relembro que, infelizmente, há muitas empresas privadas que fecham portas e não pagam salários, quanto mais subsídios...e sim, o Estado está falido...ou ainda ninguém percebeu?

Reforço que todos têm direito aos subsídios mas não podem ser mais flexíveis um bocadinho? Quantos funcionários privados irão receber o de férias só em Setembro e o de Natal lá para Fevereiro? Quantos nem os vão ver sequer? Vamos com calma, sim!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Gato que é gato

dorme em cima da roupa dos seus subordinados.


E como um stress nunca vem só...

Já não me bastava a ansiedade da gravidez e do parto ainda tenho que levar com as corridas do circuito da Boavista a passar perto do hospital e respectivos cortes no transito. Ora eu pergunto como caralho raio é que vou chegar à maternidade? sim, é uma coisa muito emocionante uma gaja estar para parir e ficar presa numa fila interminável de transito porque meia dúzia de caramelos andam a brincar às corridas... Chama a ambulância, pensam vocês... ah mas a ambulância, digo eu, não me leva para o hospital que eu quero porque é particular... E se eu não chego lá como chega a médica? Já não percebo nada... pelos mapas que estão na net nem pensar em ir por Matosinhos porque está tudo fechado...só mesmo descendo a circunvalação... e chegar lá? e depois de chegar lá? E quer-se dizer, vai uma gaja pagar rios de dinheiro para estar em paz e sossego e depois é isto...vai passar a noite a ouvir o asfalto a queimar à conta dos treinos... ah e tal liga para o hospital a perguntar como costuma ser...pois já liguei mas não fiquei convencida...diz a sra que eles deixam passar veículos prioritários...pois o meu carro é muito bonito, até é novo e tudo mas não é veiculo prioritário...Agora imagine-se que o rapaz resolve nascer e ficamos entupidos no trânsitos em cima da ponte? Vou parir no carro?

Por outro lado acho que eles não são tolinhos e sabem que há ali 2 hospitais seguidos - Magalhães lemos e cuf- pelo que devem ter estas situações ponderadas, não? Acho eu...

Já tenho o n.º da psp do Porto e vou ligar para lá a perguntar como é que esta merda isto funciona...mas só atendem de tarde...vou esperar.

Obs: o parto está marcado para o dia das corridas... mas o rapaz é que decide quando quer sair... e o transito está condicionado durante 8 dias!!! Sim, 8 dias, parece que os marmanjos precisam treinar!!!

quarta-feira, 19 de junho de 2013

E foi assim que aconteceu

Há romantismo para todo o tipo...
O meu namorado resolveu pedir-me em casamento...por sms. Ah pois é! (Não me gozem sim?!)
Pois que o homem diz que andou a pensar e que se morrer a atravessar uma passadeira eu e o bebé ficamos "desprotegidos". Pronto, parece que ganhou juízo.
Confesso que não estava à espera, apesar de ser algo que eu queria muito, pois já há anos que não se fala em casamento cá em casa. É obvio que fiquei feliz.

No dia seguinte chega a casa com um embrulho, tira uma caixa lá de dentro, ajoelha-se ao lado da cama (sim porque eu estou deitadinha de repouso), abre a caixa e pede-me novamente em casamento, desta vez com um anel de noivado lindíssimo, que um dia eu mostro aqui.

Combinamos que será só no civil, ir à conservatória e voltar. Agora nem são precisas testemunhas e o processo é bem rápido... perguntou-me se queria casar antes ou depois do Eduardo nascer. Como tenho medo que a criança nasça na conservatória é melhor aguardar para depois do parto. Assim, não haverá cerimónia, convidados, almoçaradas, bailarico, nada. A lua de mel será a trocar fraldas e as alianças só depois de eu desinchar...

A minha mãe ficou feliz porque não gostava da ideia da filha ser mãe solteira (mais precisamente mãe divorciada). O resto da malta só deve saber depois do acto consumado...Se não há convidados não há necessidade de contar a correr.

É por isso que eu gosto mais de animais do que de certas pessoas

É sabido que as grávidas ficam com a hormonas aos saltos e choram por tudo e por nada.
Ora eu não sou excepção.
E por algumas vezes que chorei compulsivamente. Nessas alturas o meu gato (que está sempre à minha beira) olhou para mim com uma expressão esquisita e subiu até à minha cara (estava sempre deitada de repouso), cheirou-me, colocou a pata dele na minha cara e fez ron ron. Ficou ali ao lado a olhar para mim, coitado, também não podia fazer mais nada...mas também  não era preciso...já tinha feito mais que suficiente.

Eu amo o meu gato.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Ainda o silicone

Acabei de ver um anúncio feito pela Marisa Cruz onde ela aparece de vestido de alça. É impossível não reparar nas bolas que ela tem.
Era precisamente esse efeito artificial que eu queria evitar quando coloquei o silicone... se eu quiser também as consigo puxar com o soutien de maneira a ficarem tipo bola e  a ver-se o arco em cima mas acho que fica feio... por isso escolhi um tamanho razoável de prótese.

Outra mulher que todos conhecemos e que escolheu precisamente um tipo e tamanho de prótese super discreto foi a Cláudia Vieira...isto da primeira vez que ela meteu silicone, claro. Nessa altura encontrei-a no Àgua Hotels em Mondim de basto e cruzei-me com ela na piscina. Claro que reparei no corpinho da miúda. Bem tratado sim senhora e o peito estava bonito e discreto. Ela estava com a mãe, irmã(deduzo) e a filha ainda bebé. Passado uns tempos, talvez um ano, ela retocou o peito, não sei o bem o que fez mas deduzo que tenha aumentado a prótese porque o que vejo na tv é o mesmo efeito bola que vi na Marisa Cruz e não gosto.

Não faço ideia de como ficará o meu peito depois de amamentar.  Não sei se terei que o retocar... e por retocar falo em puxar peles para cima, dos lados...nada de aumentar prótese. Sei que o peito nunca mais ficará como agora...mas eu não tenho que ser perfeita, basta que esteja bem.






domingo, 16 de junho de 2013

Coisas que não entendo-Cabeleireiras

Não entendo o que leva uma cabeleireira a não ligar patavina ao desejo das clientes.

Se uma gaja entra num salão e diz "é só para espontar, sff", qual é a parte que elas não percebem? Esta semana a vitima foi a minha amiga que casa daqui a 3 meses...resultado: ficou com uma carecada e agora não sabe como vai levar o cabelo no dia do casamento...mas uma coisa ela tem a certeza: não volta àquela cabeleireira, onde já ia há anos.

Uma colega pediu à cabeleireira para pintar do cabelo de determinada cor, explicou, levou fotos, etc...resultado: completamente diferente do que pretendia...fez um escândalo tal que a funcionária até chorou.

Há uns 2 anos eu tinha hora marcada no salão habitual ainda assim esperei 1 hora para ser atendida...avisei de imediato: não volto cá mais!

Não percebo pronto, era suposto quererem clientes mas pelos vistos...

Eu sou a amiga!

Visita o nosso site ╚══► www.humorsemlimites.com

As nossas páginas╚══► Relaxa o nervo; Pensa nisso

É a ruindade!!!

sábado, 15 de junho de 2013

Cá no norte diz-se assim (conteúdo para adulto)

Quando um gajo não sabe phoder até os colhões atrapalham.

Comigo era assim

Meus senhores, só há férias depois das avaliações estarem concluidas pelo que podem fazer greve à vontade!

Era vê-los a bulir... deixar de ir para o algarve em agosto? nem pensar! é um direito que eles têm porque neste país só alguns é que têm direitos... já os pais dos alunos e os alunos têm somente a obrigação de cancelar as respectivas  férias ... porque a crise não pode chegar aos srs professores.

Não convém aumentar a carga horária porque depois não há tempo para dar explicações particulares nem passar tardes no café...

sexta-feira, 14 de junho de 2013

36 semanas e 1 dia

Peso estimado de  2,617kgs e 49 cms.

Mais uma vez não deixaste a médica tirar foto 3D à tua cara, fizeste careta e escondeste-a com as mãos... Deu para ver que tens as feições do pai...boca fina e bochechas.

Acho que vais ter o mau feitio da mãe...

Como torturar um gato

O meu apartamento é muito bem iluminado, tem 3 frentes e poucas paredes, ou seja, é quase tudo vidro...o que faz com que a casa, de verão, aqueça bastante. Para resolver este problema tive que mandar colocar peliculas refletoras nos vidros. A pelicula é espelhada, pelo que quem estiver de fora não vê nada para dentro, só a sua própria imagem. (de noite é exactamente ao contrário e vê-se para dentro, mas fecho o estore e está-se bem).

Ora estamos na primavera e isto é uma aldeia...pelo que passarinhos por aqui não falta (a cagarem-me as varandas) e os bichinhos gostam de vir chilrear para as minhas janelas e como a pelicula não deixa ver para dentro o resultado é este:




De um lado do vidro está o passarinho aos pulinhos e a cantar e do outro está o meu gato com vontade de o esganar... e o gato mia, e o gato assume posição de ataque à sua presa mas chega ao vidro e não pode passar dali... até tenho pena dele, é mesmo tortura.

A vossa opinião sincera

Ora falta pouco para o bebé nascer e estou a preparar a sms que vou enviar a algumas (muitas) pessoas que se preocupam comigo e com o Eduardo e, naturalmente, querem saber se correu tudo bem.
Alguma dessas pessoas irão visitar o bebé... mas não sabem que eu só quero visita depois do primeiro mês. Pensei em avisar tal facto da sms de uma forma "simpática" pois as pessoas não advinham o que eu quero.
Pensei numa sms deste género e gostava de saber a vossa opinião sincera...se acham muito indelicado ou se é preferível estar a dizer que não às pessoas quando ligarem dias depois a perguntar se podem ir ver o bebé:


Olá, eu sou o Eduardo e nasci hoje  às XXhrs. Eu e a minha mãe estamos bem. Ela diz que eu sou o bebé mais bonito do mundo e que quer ficar a adorar-me sozinha o mês todo. Como já conheces o seu mau feitio acho melhor só me ires visitar a partir de Agosto... é que eu saí de dentro da minha mãe mas o mau feitio dela continuou lá. beijinhos...agora vou deixar a minha mãe estragar-me de mimos. Até breve e não te preocupes, eu cuido dela.


quinta-feira, 13 de junho de 2013

Até me passo...shiuuu

Leio o shiuuuu frequentemente e até me passo com a fragilidade de certas pessoas... prometem suicídio a torto e a direito... é porque a relação acabou, é porque não se dão bem socialmente, é porque discutem com os pais, enfim...é por tudo e por nada e fico com a sensação que a maioria destas pessoas são jovens.

Ora eu pergunto: mas que juventude é esta? Não sabem enfrentar os problemas? Ninguém lhes ensinou que a vida nem sempre corre como queremos? Acabar uma relação é o fim do mundo? Estou-me a lembrar de um pré adolescente que se matou porque a namorada o abandonou...mas isto é alguma coisa? Querem ser grandinhos/as para andar na rua até de madrugada/manhã, maquiadas, a fumar, a beber, de tacão alto e a ter sexo e depois chega-se à hora de seres adultos e não passam de bebés.
Para mim esta juventude tem traumas a mais e falta de educação, moral e valores a menos...qualquer coisinha ficam traumatizados, revoltados e é o fim do mundo. "NÂO" é uma palavra que existe no dicionário e deve ser usada desde cedo pelos pais. Estão habituados a ter tudo de mão beijada e qualquer contrariedade é dramático...

Quando vejo alguém ameaçar o suicídio a minha vontade é responder: mas ainda está aqui? mata-te logo de uma vez que há quem tenha mais que fazer...é que já se banalizou tanto o suicídio e estes dramas, que afinal não passam de desgostos que nos deveriam ensinar a crescer, que já não há pachorra...

Tenho medo, muito medo pela sociedade "adulta" que estes jovens construirão...ou destruirão...Medo não por mim, mas pelo filho que vou colocar no mundo que terá que os aturar como professores e chefes...

Sinto falta

De andar-simplesmente andar mais uns metros sem me cansar, sem dor, sem preocupação.

Dos músculos das minhas pernas fruto de tantos anos de ginásio.

De fazer amor.

De poder lavar os pés sem acrobacias ou dor.

De beber sangria de espumante.

De conduzir.

De dormir de barriga para baixo.

De dormir.

De comer presunto.

De respirar normalmente.

De ter uma conversa que não envolva gravidez, parto, doenças e crianças.

De uma massagem.

De me levantar da cama sem dificuldade.

De brincar às escondidas e e ao toca e foge com o meu gato.

De me rir sem sentir contracções.

De ir ao cabeleireiro.

De jantar fora.




quarta-feira, 12 de junho de 2013

Vou desmarcar o parto

Quero ir ao mega pic nic do continente... ver as vacas, as hortas, dançar um rancho... e ouvir o toni carreira claro.

Juro que não bebi

O bebé está com soluços...

Homens aprendam!!!!

Visita o nosso site ╚══► www.humorsemlimites.com

AS nossas páginas╚══► @[346533782131714:274:Relaxa o nervo]; @[479006168791221:274:Pensa nisso]

Dormir...essa perda de tempo

Após 8 meses de insónias cheguei à conclusão que dormir é pura perda de tempo.

Dormir para quê quando há tanto que fazer por ai...pena eu não poder sair de casa...

Acho mesmo que o governo deveria cobrar imposto a quem dorme mais de 5 horas por dia...eu cá ando na média das 3 e estou toda phodidinha altamente. Sim, dormir para quê? Acho mesmo que é por isso que o país não anda para a frente...anda tudo a dormir...eu própria andei a dormir tantos anos...tantos anos a usufruir a desperdiçar 9 horas diárias a dormir, vejam só, como é possível? Se calhar era por isso que eu não saía dos 50 kgs...passava muito tempo na cama sem comer, só pode! E mais: como é que ainda fazia a sesta ao fim de semana? Impressionante como olhando para trás identificamos os próprios erros. Tantos anos de prazer desperdiçados quando podia estar a fazer coisas uteis para a sociedade...é puro egoísmo. Podia ter roçado mato antes dos verões, ajudado a desentupir as caleiras antes do inverno, varrer as ruas, arranjar os jardins...podia-me ter dedicado à politica...agora tinha um tacho qualquer... mas não... deu-me para dormir...que coisa sem graça, tão boa desnecessária e inútil.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Detesto

Quando me veem com conversa de chácha...conversa politicamente correcta...

Porque é que não têm tomates e dizem as coisas logo de uma vez, sem rodeios nem merdices, nem nhénhénhés...

Estão-me a phoder e eu a ver!

Expliquem-me lá

Porque é que os funcionários públicos acham que são mais que os outros e não devem ser despedidos?
Que se dêm por contentes por terem andado estes anos todos sem se preocuparem com isso, nem com produtividade. Já tiveram muitas pontes, 25 dias de férias, adse, 35 horas de trabalho semanal,  progressão AUTOMATICA de carreira, atestados médicos sempre que lhes apetecia, reformas sem penalização após 35 anos de descontos, etc e tal...

Ai e tal vão ficar desmotivados...olha azar! No privado alguém fala em motivação? Ou trabalha e produz ou arranja-se outro para o lugar dele.

Coisa de homem

Quando chegam aos 40 compram um descapotavel.

Finalmente o segredo dos magros revelados ao mundo

Numa entrevista de rua diz o senhor que deveria pesar 65 kgs e só pesa 61kgs... e que, cito,  a melhor forma genérica, biológica e anatómica para emagrecer é comer menos e cagar muito.

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=LMNQmG9P1ow

Se calhar também ajuda o facto dele ser viciado em vinho, whisky, cachaça e cigarro.

Quem sabe, sabe!

segunda-feira, 10 de junho de 2013

domingo, 9 de junho de 2013

É por isso que eu gosto mais de animais do que de certas pessoas

O meu gato sempre dormiu connosco. Basicamente dormia encostado às pernas do meu namorado a noite toda.
A certa altura o gato começou a enrolar-se na minha barriga. Não liguei, pensei que era mimo...cá em casa são todos uns mimalhos, desde o gato ao namorado...por isso...(not me :P)

Há uns tempos atrás estava a pesquisar sobre animais e bebés e deparo-me com um artigo que dizia que os animais domésticos, principalmente os gatos porque são muito sensíveis, sabem quando estamos grávidas. Aí fez-se o clic... ainda eu não sabia que estava de bebé já o gato o sentia e por isso se aproximava da minha barriga.

Este comportamento ainda hoje se mantém...com uma diferença...agora divide o tempo entre a barriga e os pés...há umas semanas para cá que assim é...cheguei à conclusão que é desde que os meus pés incharam...

Eu amo o meu gato.

sábado, 8 de junho de 2013

Bipolares

Não há pachorra que aguente!
Já aqui disse que tenho um familiar directo que é bipolar...e não, não é a minha irmã mais velha :P

É alguém de quem gosto muito e sempre dei todo o meu apoio, com palavras e actos.
Mas chega a uma altura em que cansa a minha beleza. A minha e a dos outros.

Os bipolares funcionam  em ciclos...vivem semanas em euforia, andam alegres, gostam de ir ás compras, saem de casa, convivem...depois não podem ser contrariados...entram na fase das cismas e implicam com tudo e todos. Fazem cartas de reclamações para tudo que é sitio sobre qualquer assunto. Reclamam para o centro de saúde, para o IEFP, para  a DECO, para onde se lembrarem. Raramente têm razão. Depois os familiares próximos chama-lhes a atenção, uma vez, duas vezes, três vezes...a bem, depois a mal, depois já nem ligamos porque não há pachorra que aguente...e então passamos a ser nós o alvo das criticas o os responsáveis por todas as guerras mundiais existentes e pelas futuras. A medicação deve ser ajustada nestas alturas e lá arrastamos para o médico...que receita nova medicação ou aumento de dosagem, mas de nada serve porque eles não os maiores e não precisam de medicação. Implicam porque insistimos com eles, implicam porque depois (aparentemente)  não queremos saber, e é porque vão sair de casa (para morar debaixo da ponte), depois é porque se matam, depois é porque matam toda a gente, ficam violentos, enfim...
E o povo que os ature...

Só vos digo, não é fácil, nada fácil... mas já disse á minha mãe uma vez e repito...quando passar dos limites é chamar a ambulância e acionar a carta do psiquiatra que refere internamento imediato...e pronto...lá vai para o Magalhães Lemos uns tempos...quanto mais não seja para não fazer de nós gato sapato.

Coisas que me irritam

Mulheres que passa a vida agarrada à comida e depois não querem estar gordas, ter banhas e ver cachalotes mais leves que elas.

Povo que chama as magras de "esterlicadinhas e magérrimas" mas cujo objectivo de vida é ser como elas, elegantes e sem banhas.

Aqui deixo o meu conselho que é de graça: ou se conformam com a vossa aparência ou então façam algo para a mudar...agora insultar as vossas divas é descaramento a mais...suas ressabiadas!

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Ainda a gestão de visitas e a irmã mais velha

Ora se num dia liguei para a cunhada a informar as minhas intenções de privacidade, paz e sossego, no dia seguinte fiz a minha obrigação e liguei para  a minha irmã (mais velha) e fiz o mesmo.

Se a minha cunhada se mostrou compreensiva e me apoiou na decisão, o mesmo não posso dizer da minha irmã.

Foi um drama! Ficou traumatizada (palavra dela) porque é minha IR-MÂ. Ao que eu só pude responder de uma maneira: és como os outros!

Ai e tal porque eu tive 2 filhos e não reagi assim, tens que ir ao psiquiatra, o curso do hospital encheu-te a cabeça...blá, blá, blá.

Devo dizer que esta irmã vive a 12 kms da minha casa, não vivemos em países diferentes, no entanto estamos juntas no Natal, na Páscoa e nos anos da minha sobrinha (ela tem um menino de 5 anos mas eu não tenho ido à festa de aniversário do puto porque não saio de casa para aturar crianças mal educadas e não estou para me incomodar). Toda a gente sabe que não há afinidade entre nós as duas. Temos estilos de vida diferentes, maneiras de pensar completamente  antagónicas e por isso cada uma vive a sua vidinha sem chatear a outra e está tudo bem. O facto de termos laços de sangue não confere direitos nem é sinal de harmonia. Tenho amigas que são mais próximas e intimas que a minha própria irmã...não vejo nenhum drama nisso e se pedi ás minhas amigas um pouco de tempo e espaço para estar com o meu filho em paz e sossego nas primeiras semanas, porque não pediria à minha irmã afastada? Só porque é irmã? Não, comigo não é assim.

Por fim diz ela que tu é que sabes, por mim até é melhor assim não tenho que estar preocupada em picar o ponto. Ao que eu respondi que era precisamente isso que queria evitar...que a pessoas se sentissem obrigadas a ver o bebé mal nasce para a mãe não levar a mal...por mim estão  à vontade, não vai faltar tempo para ver a criança.


We are alive, alive!!!

É só para dizer que estava a ver que o rapaz nascia ontem.
Sentia-me esquisita e com dores não sei bem onde.
A seguir a almoço passei 2 horas na wc... quase que vinha tudo cá para fora, rapaz incluído. Não sei se foram as vitaminas - centrum materna, ferro, ácido fólico e magnésio- ou se se trata de alguma cerimónia de preparação para o parto que o meu organismo resolveu celebrar sem a minha autorização... Vai daí que comecei a ficar nervosa, ansiosa e quase me dava o fanico.
Voltei a pedir ao meu namorado para trazer para cima um paralelo da calçada porque eu não sei como é que vou CONSCIENTE para a maternidade!

Não gosto nada de sentir uma espada em cima da cabeça...com esta história que o rapaz pode nascer a qualquer momento está-me a deixar maluca... estou sempre a ver quando é que me vão arrebentar as águas... De qualquer das maneiras já cheguei às 35 semanas e o bebé está quase, quase pronto... eu é que não sei se estou...

Por outro lado, no fim do dia, ouve um desenvolvimento inesperado cá por casa. Mas isso eu conto mais tarde...é muita coisa importante a acontecer ao mesmo tempo...

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Ajoelhou

vai ter que rezar.

Há cada uma

Vi agora no euronews que a líder daquele movimento que se dedica a manifestações em topless foi à Tunisia acompanhar o julgamento das suas colegas de protesto.
Passado umas horas o governo tunisino resolveu expulsá-la do país. Conta ela que estava no quarto do hotel e entraram uns homens por lá dentro e disseram que ela tinha que ir embora. Ela estava em roupa interior e nem teve tempo para mandar uma mensagem a alguém.

Gostei do pormenor "estava em roupa interior" vindo de alguém que passa o dia a mostrar as mamas ao mundo em forma de protesto.

Será que virou púdica assim de repente?
Menos menina, menos!

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Isto há dias em que preferia ser surda

Acho que a criança ainda nasce hoje...

Adivinha

O meu namorado só tem uma irmã.
Essa irmã não tem filhos.
O    meu namorado tem dois sobrinhos, que não são filhos da minha irmã.
Quem são?
Pista: um deles acabou de lhe ligar a agradecer o presente de aniversario que recebeu.

terça-feira, 4 de junho de 2013

A minha irmã mais velha

Acabei de ligar à minha irmã mais velha e sobre esse telefonema falarei mais tarde... agora gostaria de dizer que não tenho afinidade com ela. É normal duas irmãs não se entenderem? Ou por sermos irmãs temos que pensar da mesma maneira? E por ela ser mais velha (6 anos) tenho que viver como ela quer que eu viva? Não sei. Mas vou lembrar aqui alguma situações na minha vida em que a minha irmã mais velha assume um papel fundamental:

- Quando entrei para a faculdade ela teve uma crise de choro...não porque ficou orgulhosa mas porque e cito: a minha irmã vai estacionar à porta dos pais de BMW e eu vou andar de Fiat UNO;

- Quando a minha mãe me pagou o traje académico ela exigiu que a minha mãe lhe desse o valor do mesmo... (claro que a minha mãe não fez isso porque ela não estudou porque não quis)

- Quando eu ganhei bolsa de estudo na faculdade e comprei um telemóvel ela fez um escândalo...porque ela não tinha nenhum.

- Quando eu casei teve uma crise de ciúmes porque, por acaso a casa do meu marido era pertíssimo da casa da minha mãe, ela achava que eu devia fazer como ela, ir para longe e cortar laços com a mãezinha e porque os meus filhos (aqueles que eu não pensava ter na altura) iam conviver com a avó e os dela não).

- Quando o meu marido me agrediu eu fui dormir à casa dos meus pais...ela apareceu lá e disse que a vida não era assim, que não era porque o marido bate na mulher que o casamento vai acabar.

E pronto, está apresentada a minha irmã mais velha.

(No comment)

A mesma noticia em dois canais de tv

Quem ouviu a noticia na RTP1 ficou a saber que em Maio o número de casais desempregados diminuiu.

Quem ouviu a noticia na TVI ficou a saber que até Abril o n.º de casais desempregados cresceu mês após mês, tendo registado um decréscimo somente no mês de Maio.

Estes factos não se contradizem mas  a maneira como a noticia é transmitida, com animo num lado e com drama no outro, leva-me a pensar que puto de jornalismo é este que se faz neste país. Porque não podem simplesmente transmitir os factos e pronto?!

Até porque, para mim, isto nem noticia é. Noticia seria se explicassem o motivo do decréscimo. Mas não fizeram referência a isso. Podemos deduzir o quê? Que um dos membros do casal arranjou emprego? Que se separaram e por isso já não são um casal e não entram para aquela estatísticas? Que um deles começou a fazer os cursos de formação impostos pelo IEFP, que diga-se de passagem são uma autêntica chachada, e também não entram nas estatísticas? Que um deles morreu? Enfim...
Foto

Usar ou não chupeta

Isto de ser mãe não é nada fácil...digo eu e a criança ainda não nasceu.
Uns dizem-nos uma coisa, outros dizem-nos outra... até fico com um nó na cabeça.

Chupeta!

No curso de amamentação as enfermeiras disseram para a criança não usar chupeta, principalmente nas primeiras 3 semanas, porque pode causar deformação no maxilar, porque o bico da chupeta é diferente da mama da mãe e eles estranham, blá, blá blá... Ligo para o hospital privado onde vou dar à luz e peço a lista de coisas a levar para a maternidade. Felizmente não tenho qua andar com toalhas de banho atrás de mim, mas na lista diz para levar uma chupeta. A minha mãe também diz para levar uma chupeta porque a criança não se vai calar sem ela... um livro sobre bebés que me ofereceram também diz para não lhe dar chupeta...resultado: nem sei que faça, nem sei que diga, nem sei que pense.
Será que alguém me pode aconselhar em relação a este assunto?
Também já pensei  numa alternativa: em vez de chupeta dou-lhe um copinho de sangria que ele deve acalmar :P Se não for ao primeiro é ao quinto ou sexto:P


segunda-feira, 3 de junho de 2013

Dúvida existêncial pós cesariana

O parto vai ser cesariana.
Não me vou pôr aqui com hipocrisias e dizer que é por recomendação médica, que é porque não deu a volta, porque tenho anca pequena, sei lá mais o quê...é mesmo porque quero! Apesar do meu urologista me proibir o parto normal porque fui operada à bexiga não me vou esconder atrás dessa desculpa, é cesariana porque quero!
Já sei que há desvantagens e blá blá blá...agora surgiu-me uma dúvida: posso tomar banho no dia seguinte à cesariana? Ou vou ter que me lavar como os gatos?

Há coisas que custam mas tem que ser

E pronto e já fiz o telefonema que me andava a consumir a alma, como se diz na minha terra.

Falei com a minha cunhada e contei-lhe da gestão de visitas ao bebé, pedi para ninguém levar a mal, que se calhar estou a exagerar um bocado mas que gostava de ser eu a decidir a melhor altura para contactar com o resto da malta após o parto. Compreendeu perfeitamente e disse que depois ia "segurar" a mãe. Para eu estar à vontade que por parte delas não haveria problema e que iam ao hospital visitar e depois deixavam-me adaptar à nova realidade com calma.
Pronto, já me saiu um peso de cima...agora falta avisar mais umas pessoas e vai correr tudo bem.

Apesar do parto estar marcado para o fim do mês tenho receio que não chegue lá... nas últimas semanas as contracções aumentaram e estou a tomar o sobro da medicação para as retardar mas...vamos lá ver como corre, um dia depois do outro. A médica mandou estar atenta a possíveis sinais de alerta e que implicam ser vista no próprio dia:

- deixar de sentir o bebé a mexer
- perder liquido amniótico- pouco ou muito

Por falar em médica, no sábado ligou-me!!! Sim a médica ligou para mim...Até fiquei baralhada... Ligou a perguntar o meu tipo de sangue...é que se fosse negativo era preciso o bebé levar uma injecção ao nascer... Mas chegamos à conclusão que não será necessário...no entanto é bom saber que os médicos pensam no nosso caso fora daquela meia hora que dura a consulta (pelo menos, alguns médicos).

domingo, 2 de junho de 2013

Encontro imediato do terceiro grau

 7 anos após o divorcio eis que me cruzo frente a frente com o meu ex marido... trocamos palavras de circunstância e seguimos... confesso que senti um gostinho especial por estar com esta barriga linda.