quarta-feira, 17 de julho de 2013

Por cá

Dorme-se pouco e come-se ainda menos.
Há sempre opções diárias a fazer: ou tomo banho, ou como ou descanso. Normalmente ganha a soneca, mas ainda assim sabe a pouco.

Fomos à pediatra e fiquei a saber que as tais faladas "cólicas" do bebé são mais do que simples dores de barriga/intestinos. Se assim fosse já se tinha inventado um remédio para o efeito e o caso ficava resolvido. Ainda segundo a médica essas "cólicas" abrangem um estado multifactorial. Ou seja, a criança chora e não se sabe bem porquê, mas sabe-se que tem que chorar. Ocorre quase sempre à mesma hora do dia (normalmente ao fim ou à noite), a criança já comeu, já tem a fralda mudada, tem sono mas não consegue dormir e está inconsolável, por vezes tem, ou não, dores de barriga. Não há muito a fazer. Ela irá chorar diariamente 2 horinhas seguidas e só podemos é dar-lhe as "voltinhas" e acarinha-la, com muita calma. Nada de stress porque este passa da mãe para a criança. Assim, o segredo está em aceitar que isto irá acontecer e dar carinho à criança transmitindo paz e sossego, apesar de ela estar aos berros. Calma, muita calma já que nem os médicos conseguem explicar o que são estas "cólicas".
Depois deste ensinamento fiquei mais descansada. pensava que era eu que fazia algo de errado ao bebé ou este simplesmente gostava de me tirar o sono. Depois da mamada das 22-23 hrs ele começa com as suas "cólicas" e tento acalmá-lo. Não há mais nada  a fazer. Foi bom ouvir esta explicação. Fiquei a perceber e a sentir-me melhor e com mais capacidade e mentalização para enfrentar aqueles momentos.

Os dias passam a correr e em intervalos de 3 horas.

6 comentários:

Orquídea disse...

espero que esteja tudo bem com o Eduardo... :) gostava tanto de o conhecer :P um beijinho para vocês

:-*

Morango Azul disse...

Sim está tudo bem com o Eduardo. Já aumentou o peso e cresceu 2 cms.

uba disse...

Ainda bem que ficaste mais descansada. Às vezes basta-nos isso, ter alguém que nos acalme, que nos diga que é normal, que é uma fase. Nesta fase o que menos precisamos é de gente que nos enche a cabeça de tretas e frases feitas!
Força nessa felicidade! :D

Anónimo disse...

Não é por nada que dizem que as cólicas são tramadas, os meus dois tiveram, os finais de dia naquela casa era uma "maravilha" como podes imaginar... contudo embora nos digam que é mesmo assim, que não há muito o fazer, que há alguns medicamentos que ajudam, o certo é que há dias que bem nos apetecia pendurá-los á janela até pararem de chorar :p (brincadeirinha)

Os meus teem diferença de 6 anos, quando um já estava práticamente criado, veio o outro com aquela nova dinâmica que é nos transformar em zombie e termos de viver de 3 em 3 horas!

Um truque que usava, era colocá-lo deitado de barriga para baixo em cima da tua barriga, ele acalma-se logo, experimenta pode ser que ajude :)

LA

Paulo Nunes disse...

Amiga... essas cólicas são os intestinos a começar a trabalhar e como são "virgens" aos alimentos.. provocam gases.
Da minha filha passaram aos 3 meses... do meu filho só aos 5 meses. Em relação ao puto, ele só melhorou quando começou a dar punzinhos e a libertar o ar. Nunca mais teve! O que me preocupa... pois macho que é macho dá puns logo que nasce!! :)
as melhoras!

Orquídea disse...

e tu como estás?! :)