quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Amor ou inocência?

Estou a ver uma entrevista que Marta Cruz deu à sic e ela acredita verdadeiramente que o pai está inocente...que está preso sem motivo e que foi tudo um erro da justiça. Espera passar um Natal com o pai e a restante familia...
Não escolhemos a familia nem temos culpa das merdas que eles fazem... mas será que o amor que nutrimos nos impede de sermos racionais?

5 comentários:

Nadinha de Importante disse...

Também vi e pensei o mesmo! o amor é incondicional, mas daí a não conseguir analisar a situaçao.

Sérgio S disse...

Este tipo de reações são humanas e devem ser respeitadas: as pessoas são em geral muito mais emocionais que racionais.
Visto de um outro angulo, eu para aí no 8º ou 9º ano tive numa turma com uma série de miudos com comportamento péssimo, tipo cuspiam no meio da sala, mostravam o rabo, etc. Agora se fosses dizer isso aos pais ficavam todos ofendidos, já que, como é óbvio, os filhos deles eram modelos de comportamento, logo a culpa só podia ser dos outros, da professora, etc. Se formos a ver não é assim tão pouco comum...
Qual é a probabilidade de vires a ser um desses pais? Essa é a pergunta que devemos fazer a nós próprios.

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Se calhar em alguns casos sim :\

Roger disse...

São assuntos muito complicados e muito sensíveis...
Mas eu creio que é o amor incondicional que impede a racionalidade...

uba disse...

É um assunto muito sensível...