sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Como evitar uma discussão familiar

Amanhã é o baptizado do Eduardo. Como é de manhã resolvi esticar o cabelo hoje para no dia andar mais descansada. (está um tempo óptimo para arranjar o cabelo, by the way). Hoje tinha que sair de casa às 10 hrs.

O meu marido, como sempre, foi o último a sair da cama. Eu levantei-me, vesti o menino, lavei os biberões, arrumei os tachos lavados que ficaram a escorrer de noite no lava loiça, retirei a loiça da máquina, pus um pão a torrar na esperança de conseguir tomar pequeno almoço, preparei o leite para o Eduardo e sua exa,. o meu marido levantou-se, fez a barba, tomou banho, secou o cabelo (40 min) e chegou à minha beira para ficar com o menino para eu tomar banho, vestir-me e maquiar-me (coisa que acabei por não fazer) às 9.45hrs. Eu, gaja, tenho que me arranjar mais depressa que sua exa.

É obvio que fiquei a ferver, agradeci-lhe imenso e disse-lhe que o pão que estava na torradeira era oferta da casa por ele me ter ajudado tanto. Para não disparatar mais rematei dizendo que ia comprar uns sapatos e que ELE é que os ia pagar. Dito e feito...Fui à sapataria, comprei, passou-me a neura, ele pagou e ficou agradecido por eu não lhe ter phodido chateado mais a cabeça.



5 comentários:

Orquídea disse...

ora castigo é castigo :) hihi

Paulo Nunes disse...

ehhhh isso foi inventado por ti só pode!
Realmente elas gostam mesmo que eles mandem!
mandem ir fazer o jantar
mandem ir passar a ferro,
mandem arrumar a roupa,
mandem para um sitio qd se portam mal..
etc etc :P

S* disse...

ahahah BOA TÉCNICA!!

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Ora aí está lol. Mas quando ambos somos tesos, já não resulta :(

uba disse...

Tens de começar a acordá-lo. Eu comecei a fazer isso, porque senão não fazia nada de jeito!