terça-feira, 5 de novembro de 2013

A chorar

Foi assim que cheguei  a casa hoje.
Fui tomar café a seguir a almoço com uma amiga minha que tem uma menina de 9 meses diagnosticada com cancro desde os 3. 

A minha amiga está, basicamente, fechada e casa desde essa altura saindo para ir aos médicos e ao hospital de S. João. Falamos de várias coisas mas obviamente que 95% do assunto era sobre as nossas crias. E ouvi-la falar normalmente sobre a doença da filha, dos internamentos, dos exames, das sedações à criança, de quimioterapias, de ressonâncias...fez-me sentir tão frágil, fiquei com o coração pequenino e só me apetecia chorar mas fiz-me de forte à frente dela para também não a desanimar... mas pelo caminho de regresso não aguentei mais...e quando cheguei a casa abracei o meu filho e chorei com medo que lhe acontecesse algo, chorei de gratidão por ter um filho saudável, chorei porque sou uma picuinhas que anda triste já a pensar que tenho que deixar o menino na ,não tarda nada, como se isso fosse o fim do mundo quando na verdade poderiam existir problemas bem maiores...

7 comentários:

A Bomboca Mais Gostosa disse...

É triste de facto :( muita força para a tua amiga.

Roger disse...

:( força e coragem para a tua amiga, que tudo corra pelo melhor

Katy Single disse...

Bolas que vida ingrata é essa para com essa mãe! Mas infelizmente há muitas mães dessas por esse mundo a fora.
Às vezes, é um abre olhos para todos nós!!! Bjoka

Anónimo disse...

É daquelas coisas que até arrepia a espinha... força para a tua amiga deve ser duro, mesmo!

jokas
LA

Uba disse...

É horrível...
Mas cada um sofre à sua maneira, perante as suas coisas, e não temos que nos sentir culpados por isso.

Nadinha de Importante disse...

Força e muita coragem para a tua amiga.

nadinhadeimportante.blogspot.pt

Orquídea disse...

e nós que nos queixamos às vezes de coisinhas mínimas :s muito bem vivemos nós à beira de casos como esses :(
Força para ela!