sexta-feira, 15 de novembro de 2013

É só para dizer

que se me sair os 100 milhões eu nunca mais trabalho.
Eu sei que fica bem fizer que se gosta de trabalhar e que é bom ser-se útil para a sociedade e blá blá blá mas eu prefiro viajar, viver numa quinta, acordar à hora que me apetecer, não cumprir horários e dar o mundo a conhecer ao meu filho.

4 comentários:

Anónimo disse...

Partilho COMPLETAMENTE o estado de espirito.

Roger disse...

Eu trabalhava... Mas naquilo que ambiciono e gerido por mim :P

Morango Azul disse...

Roger..."gerido" por ti. Isso não conta. Toda a gente sabe que "patrões" não fazem nada...vais de encontro ao meu raciocínio!
:))

uba disse...

Nós fazemos-te companhia. LOL