domingo, 9 de fevereiro de 2014

A puta da minha vida/ se tivesse apanhado no cu estava agora a dormir sossegadinha

Eduardo com 39.5 de febre, seguido de diarreia e vomitos.
Segunda noite em claro e prestes a atirar-me da janela abaixo para conseguir umas noitinhas descansadas no hospital.

Á merdinha quem diz que o sorriso deles compensa tudo. Faz esquecer o tempo exacto do sorriso, ou seja, aqueles 5 segundos. Depois cai a ficha da realidade. São as dores de cabeça, as dores de costas, o nervoso miudinho que apetece partir tudo, espancar o rapaz, fugir.

Isto seria bem mais fácil se fossemos robots.

Ai e tal e o pai da criança? Esse só consegue raciocinar 1 hora depois de acordar, logo não é de confiança. À uma hora o bebé vomitou, pergunta-me ele onde era para pôr o lençol sujo. Olha, mete-o pelo cu acima!

4 comentários:

Same Old Guy disse...

Depende o quanto tivesses apanhado no cu, a que horas e durante quanto tempo!!

...tem calma, os putos adoecem! De certeza que tu não cuidas do miúdo sozinha e o pai também ajuda. Mas sim, compreendo o teu mau feitio - a privação do sono dobra qualquer um!

Olha para mim, ontem fui beber uns copos e para não acordar muito tarde, só consegui dormir 7 horas!! Estou aqui que nem posso :ppppppppppp

Bom domingo mulher, tenta descansar um bocado à tarde!

As melhores pró pequeno.

Beijooooooooooooo*

Flor Guerreira disse...

Percebo bem o teu desespero. Já passei por isso e esta semana também foi semana de visitas às urgências. Vivemos sempre com o coração a sair pela boca.

Flor Guerreira disse...

Percebo bem o teu desespero. Já passei por isso e esta semana também foi semana de visitas às urgências. Vivemos sempre com o coração a sair pela boca.

Nadinha de Importante disse...

Calma!!! Que isto de ficar em casa, tem que ser com muita calma!