domingo, 23 de março de 2014

Quem tem um pai tem tudo

Esta semana liguei ao meu pai.
Não, não foi no dia do pai. Até acho que foi no dia seguinte mas já não me lembro bem, que a minha cabeça já não é o que era.
E citando-me o homem pensou:"não é para me dar nada". Pois não. Os filhos quando ligam aos pais é para pedir.  E como sou uma gaja pacata cravei-lhe o arranjo da prateleira do móvel da cozinha que tombou…Caiu.
 
Verdade seja dita que é a SEGUNDA VEZ que ligo ao meu pai NA VIDA. Sim, que eu não sou chata.
A primeira foi há 2 anos. E como manda a tradição foi para pedir. Neste caso, ajuda! E as nossa conversa foi mais ou menos assim:
 
Eu, às 8.10h da manhã: Pai é a Morango Azul, o meu carro ficou sem bateria podes passar cá com os cabos?
 
Meu pai: Eu- num- es-tou- a- ver- quem- fala?!
 
Eu: Phoda-se quantas filhas chamadas Morango Azul é que tens? (aparte: aqui no norte fala-se assim, não é falta de respeito é o nosso dialecto do dia-a-dia)
 
Meu pai: Que queres?
 
Eu: O meu carro ficou sem bateria, podes passar cá com os cabos?
 
Meu pai: Onde estás?
 
Eu: Phoda-se são 8 da manhã estou em casa!
 
Meu pai: Já vou.
 
E veio, e pronto.
 
Voltando atrás e ainda em relação à prateleira tenho a dizer que quando cheguei a casa às 14.40hr já estava arranjada. Obrigada pai.

2 comentários:

Anónimo disse...

Ah ganda pai :)

jokas
LA

Uba disse...

O que eu ri com isto. lol