terça-feira, 1 de abril de 2014

Auto retrato pós 9 meses do parto

As mamas estão porreiras, também ao que paguei pelo silicone, mal corria.
O rabo está rapado e a barriga sem os abdominais a que estava habituada (também não faço exercício nenhum) e ligeiramente saída.
 
Estou com 54 kgs, menos 2 do que quando engravidei e uma duvida existencial: como é que há mães que continuam gordas depois de ter filhos. A sério que não percebo… mas se calhar eu é que não sou normal. Senão vejamos:
 
Nos dias de semana não almoço para poder sair às 14.30 hrs e ir buscar o rapaz pelo que como "qualquer coisa" no intervalo das 11.30hrs. Depois de chegar a casa é uma correria entre mudar-lhe de roupa, dar-lhe o iogurte, ver na caderneta quantas vezes cagou na creche, dar-lhe água, fazer as camas, apanhar a roupa, lavar os biberões, dar comida ao gato que não me larga, brincar com o meu filho, fazer a sopa dele...que nem me lembro de comer. Chega à noite e às vezes estou tão cansada que nem me apetece comer quanto mais cozinhar, o que eu quero mesmo é dormir. Vale a paciência de santo do meu marido que lá vai ao take away ou faz umas omeletes. Ao fim-de-semana lá se come qualquer coisinha mas sempre a correr que o rapaz atira os brinquedos ao chão um cento de vezes, isto quando não resolve cagar enquanto eu como e lá tenho que lhe ir mudar a fralda e quando regresso… lá se foi o apetite até porque a comida já está fria e está na hora de lhe dar a papa, e a seguir tenho que fazer uma máquina de roupa que ele vomitou tudo de noite com a tosse, e depois ficar uma hora a brincar com ele para o meu marido poder relaxar na sua cagada diária e esperar que o rapaz faça o seu sono de beleza de 30 minutos para eu poder tomar um banho e preparar a roupa para o dia seguinte.
 
Felizmente tenho empregada para limpar o pó e passar a ferro. Espera…se calhar é isso. Limpar o pó e passar a ferro engorda. É que só pode ser isso. Está explicado.
 
 

5 comentários:

Anónimo disse...

Embora estar magra seja super fixe, sabes bem que isso assim não é nada saudável ainda para mais a tomar medicação como tomas... tens de começar a fazer rotinas diferentes ao miúdo pá, senão além de deixares de comer, deixas de viver melher :)

jokas
LA

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Oh rapariga, cada pessoa tem a sua constituição. Claro que se não comeres, não podes engordar. Mas comer faz bem e precisas mesmo de o fazer, ainda por cima com a medicação. Cuida-te!

M. disse...

Acho que precisas de começar a viver mais um pouco para ti mesma. Daquilo que leio, estás demasiado focada no teu bebé. Isso não tem mal nenhum, mas estás a desleixar-te com a tua saúde física e mental e a deixares de teres tempo para ti mesma enquanto mulher e pessoa que és.

Se não tens família para te ajudar e se o teu marido nem sempre está disponível, porque não contratares uma babysitter durante umas 2/3h por dia? Usavas esse tempinho para descansares, para relaxares, para dormires, para leres, para tratares de ti ou, simplesmente, para não fazeres nenhum.

Não tem mal nenhum pedires ajuda, porque tu não tens de ser uma super-mãe ou uma super-mulher.

Uma mãe feliz faz um filho feliz, nunca te esqueças disso.

homem sem blogue disse...

Divirto-me tanto com a forma como falas de ti, do teu corpo e da tua vida :)

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

Bonitinha disse...

Olha eu continuei gorda porque tive depressão (ou fiquei com depressão porque já estava gorda, agora já não sei...