domingo, 28 de junho de 2015

3 anos de blog

Fez este fim-de-semana 3 anos que iniciei o blog.

Desabafos de uma mulher que "tinha tudo e não tinha nada". Boa vida, viagens, jantares, sestas ao fim de semana. Paz e sossego. Até ao dia em que o relógio biológico acordou aos berros.

Eu passei a querer um filho mas o meu namorado não queria. Dilema: ele não tinha o direito de me impedir de ser mãe nem eu tinha o direito de o obrigar a ser pai.

Meses passaram e acabei por engravidar na semana do meu aniversário, da primeira vez que fizemos amor sem protecção.

Entre uma gravidez de risco, o nascimento, a retirada do infantário por estar sempre doente, a mudança de posto de trabalho para os serviços centrais, e o Eduardo prestes a fazer 2 anos, somos uma família feliz e realizada.

Não sei como consegui viver tantos anos sem este miúdo na minha vida. Viajamos e jantamos fora menos vezes mas a nossa vida está completa e com sentido.

Eduardo és o nosso mundo.

5 comentários:

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Adoro estes relatos :D
Acho que está na altura de fazerem outro ;)

agri disse...

Quer-me parecer que te leio quase desde o início!!

Minnie Me disse...

Que maravilhosa forma de "comemorar" o terceiro aniversário aqui do cantinho :) Ver o que se "ganhou" :)
PARABÉNS E QUE VENHAM MAIIIIS :)

Anónimo disse...

Ves? Imagina se não tivesses esse pequeno milagre na tua vida? Ias acabar sozinha e infeliz com a vida, da graças a deus pelo teu menino, que ainda é pequenino e portanto vais beneficiar da companhia dele ainda bastante tempo... Mas o tempo passa rápido... Não tens vontade de ter outro filho? Uma menina para ficares com um casalinho e o teu filho ter com quem brincar e a oportunidade de ter um irmão na vida dele? Pensa nisso :)

Sofia disse...

Deixem a rapariga, quando o filho tiver idade para pedir um irmão (eles pedem la pelos 7 ou 8 anos) ja ela não tem idade para ser mãe, ou o risco aumenta imenso em caso de gravidez de risco...
Só se lembra de ir a parir quando ja tá velha...