quinta-feira, 11 de junho de 2015

Trabalho há muito, remunerado é que não!

Ora que a minha irmã foi a uma entrevista para emprego e ficou de se apresentar a titulo "experimental" na manhã seguinte.

Chegada ao local a empregadora adiantou que "está crise", que "nem sempre"paga a horas e que a última empregada tinha ido embora sem avisar.

Em conversa com a funcionária que já lá trabalhava há 4 meses foi-lhe dito que "nem sempre recebia o salário pela totalidade".

Posto isto a minha irmã, à saida para almoço disse:

- Já não regresso. Para trabalhar de graça fico em casa que há lá muito que fazer.

6 comentários:

Morango Azul disse...

Exploradores de um c@ralho.

Anónimo disse...

Se eu fosse a tua irmã, agora para lhe pagarem a manhã que la trabalhou, ia a casa de banho e gamava de la os rolos todos de papel,que assim poupava em comprar pa casa e se o estabelecimento tivesse cantina levava de la um tamparouer cheio para o jantar. Estes fdp querem que as pessoas andem a trabalhar para aquecer

Orquídea disse...

é que é mesmo exploração... mas hoje em dia quem se sujeita a trabalhar de graça? Ah e tal mas ganha experiência...pois...mas hoje em dia sem dinheiro não se faz nada -_-

A Pimenta* disse...

No meu antigo trabalho, eu recebia às "prestações". 100 euros hoje, para a semana 120 euros, depois 50euros, etc. Até fazer o total do ordenado. No meu primeiro emprego a minha patroa chegou a dever-me cerca de 2000euros. Hoje em dia eu diria que há crise. Mas também há falta de valores e honestidade por parte dos patrões.

Minnie Me disse...

Tal e qual!
E eu... Com tanta coisa que fazer em casa!

Patricia M. Silva disse...

Fez ela muito bem :-)