quarta-feira, 29 de julho de 2015

Era uma vez… (não recomendado a sensíveis e/ou inocentes que acreditam no pai Natal)

Era uma vez uma menina de vinte e poucos anos.

Linda, alta e de cabelos compridos a bater no fundo das costas.

Essa menina vinha de famílias pobres e trabalhava há uns anos, ganhando o ordenado mínimo.

Certo dia é-lhe diagnosticado cancro.

Um dos traumas dessa menina foi perder o seu lindo cabelo. Não tinha possibilidades para mandar fazer uma peruca com o seu próprio cabelo.

Quando o rapou chorou. Imenso.

Depois da batalha veio a vitória e a menina, felizmente, está bem e já regressou ao trabalho.

Após receber o seu primeiro salário a menina fez extensões no cabelo.

(Esta é uma história verídica. Qualquer semelhança com campanhas eleitorais é pura coincidência.)

Sem comentários: