segunda-feira, 27 de julho de 2015

Expliquem-me como se eu fosse MUITO BURRA

Uma pessoa entra nas urgências de um hospital do SNS ás 6.30h.

Está com uma toalha encharcada em sangue que corre abundantemente.

Apresenta-se ao guiché com o cartão de cidadão e acrescenta que é isenta.

Dizem-lhe que tem que apresentar o documento comprovativo da isenção, que estão sem sistema e que não é chamada para triagem enquanto o sistema não "regressar".

Entretanto continua a sangrar.

Na triagem dão-lhe pulseira AMARELA.

Espera.

É cozida e tem que fazer um raio x à cabeça, mas como não há sistema não o pode fazer.

Tem que tomar medicação mas como não há sistema não a podem passar.

Resolve ir ao centro de saúde.

Á saída do hospital, às 10 hrs, pede uma justificação para apresentar no trabalho mas não conseguem tirar porque não há sistema e a impressora não funciona.

Digam-me: isto é normal? É que eu deixei de compreender aquando da pulseira AMARELA!!!

A pulseira laranja é para quem? Mortos-vivos?
E a vermelha deduzo que é para estado clínico: Morto, não?!



3 comentários:

espiguinha disse...

A culpa é do sistema :P

Marta Moura disse...

Portugal no seu melhor!

Minnie Me disse...

Quer queiramos quer não, a saúde é cada vez mais para os ricos que podem ir ao particular