quinta-feira, 16 de junho de 2016

Há dias em que mais vale não sair da cama

Uma gaja não dorme nada porque o miúdo está constipado e não consegue respirar (obrigada S. Pedro).

Uma gaja tem que aguentar o mau humor do chaválo e suas birras matinais enquanto conta historinhas para o distrair. Era uma vez um triangulo que queria ir para a praia mas estava a chover e não podia e então resolveu ligar ao quadrado e  combinaram ir ao shopping e blá blá blá e ni ni ni  e ti ti ti ...

Uma gaja tem o puto a massacrar-lhe a cabeça em modo replay : não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha, não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha, não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha, não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha

E uma gaja entra em modo inspira-expira, inspira-expira, inspira-expira...

E uma gaja sai de casa e está a chover torrencialmente e mal sai do carro, à porta do infantário, mete a sua delicada sabrina numa poça de água e fica com o pé encharcado e o frio sobe pela espinha acima. Abre o guarda chuva e  tem uma mão a segurá-lo e outra a tentar tirar o  puto da cadeirinha e o guarda chuva está quase a levantar voo e está ali outra poça que me impede de aproximar muito do miúdo e chove a cántaros, e ainda são 8h10 da manhã, e apanha ali a mochila do rapaz mas tens uma mão no guarda chuva e outra no miudo e óh caralho que chove muito e o puto faz birra ao portão que não quer entrar e continua a chover e ele chora que não quer entrar e só me apetece berrar e ainda são 8h10 da manhã... e uma gaja entrega o miudo faz inversão de marcha e vai para o trabalho, apanha outra molha para entrar e quando chega à secretária olha lá para fora e... já não chove...

E uma gaja tem a cabeça a doer de tanto não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha, não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha, não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha, não- que-ro- ir- prá- es-co-li-nha e tem os pés encharcados e o cabelo feito num ninho.

E a malta começa a perguntar como está a senhora e eu respondo: está a melhorar mas no fundinho penso: rais parta a velha que está para morrer e nunca mais morre e eu tive que cancelar as férias e perdi uma pipa de massa e a velha que estava quase a morrer afinal não morre e ainda vou eu primeiro que ela e deixem-me em paz que eu tenho mais em que pensar, e quem não vai de novo tem que ir de velho...

E uma gaja entra em modo inspira-expira, inspira-expira, inspira-expira...

E ainda são 8.30 da manhã.

E uma gaja entra em modo inspira-expira, inspira-expira, inspira-expira.

E pronto, vou começar a trabalhar.



Sem comentários: