quarta-feira, 31 de agosto de 2016

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Ai e tal, que opinião tens sobre os médicos do SNS?

Era enfiá-los num saco com uns calhaus bem pesados atados aos pés, um cinto de betão na anca, uma gravata de chumbo ao pescoço, e atirá-los numa fossa oceânica.

Ai e tal não são todos iguais...

Pois não, perdão. Uns são incompetentes e outros muito incompetentes. Uns são desleixados e outros muito desleixados. Uns trabalham pelo status outros porque os paizinhos os obrigaram a seguir a profissão da família.




terça-feira, 23 de agosto de 2016

Comentário que vira post


Uma relação a dois é complexa. Quantos mais anos passam juntos mais especificidades tem e nenhuma é igual. Há casais que não juram fidelidade, por exemplo, e quem são os outros para os julgar?!

Há casais que vivem em harmonia sem sexo. Sim, pasmem-se!!! nem toda a gente vive em função do tesão até porque, alguns homens, pasmem-se, não têm erecção, assim como algumas mulheres não têm desejo sexual e não estão para fazer o frete apesar de amarem o marido e viverem felizes, saírem, conversarem, viajarem, pasmem-se: há vida para além do sexo.

Também há pessoas que sabem que são "traídas",(perdoem-me a frontalidade mas não percebo como uma pessoa não sabe que é traída), e nada fazem, pelos mais variados motivos. Quem são os outros para julgarem? Vão obrigá-los a divorciarem-se? Assim como há pessoas que de divorciam sem a causa ser traição...


A vida é complexa e ninguém, nem mesmo os filhos, se deve intrometer até porque já diz o outro " a ignorância é uma benção".


In Shiuuu sobre um filho que questiona se deve contar à mãe que é traída.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Olhar

Queria-te dizer tanta coisa, mas não devo.

Fujo com o olhar por receio que me denuncie. Que grite o quanto me afecta a tua rouquidão e murmure este impulso controlado de te beijar. Mas atraiçoam-me sempre que os fecho aumentando esta ânsia de ser tocada, de sentir o calor das tuas mãos na minha face e o desejo nos teus lábios.

Teimas em visitar-me de madrugada no silêncio da noite despertando em mim o ardor proibido e afagas-me entre carinho e desejo num jogo sedutor que me leva à loucura.

A tua voz acalma-me e o teu sussurro acorda a mulher esquecida e perdida num remoinho diário de afazeres sem fim e cansaço constante.

Inexplicavelmente sinto falta do que nunca me deste e sou percorrida pelas saudades do que nunca tive, mas desejo, num acto de delírio que me acalma e remexe em simultâneo.

Queria-te dizer tanta coisa, mas sinto que já sabes. Os teus olhos atraiçoam-te tal como os meus e dançam num tango silencioso e proibido.

Queria-te dizer tanta coisa, mas ficamos assim: em fuga.

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Update

Pois que isto tem andado um bocado abandonado, é verdade!!!

Posto isto cá vão algumas "random novidades":

Mês e meio depois o Eduardo trocou os choros e gritos à entrada do infantário por corridas voluntárias e alegres até à sua salinha. Faz praia todos os dias nos meses de Julho e Agosto e isso ajudo-o a integrar-se com os restantes meninos;

A minha recuperação pós cirúrgia neurológica está a ser um sucesso e até já diminuí a frequência dos tratamentos. Ganhei uma qualidade de vida impensável, o que me leva a querer aproveitar bem todos os momentos,  a sair de casa, conviver, namorar, brincar com o meu filho, viajar, fazer muita praia. Coisas simples que só dá valor quem as perdeu em algum momento e agora as está a recuperar gradualmente;

O trabalho corre bem. Ninguém me chateia. Isto de atender ao público não era para mim. Prefiro serviço "administrativo" onde posso insultar o computador de vez em quando e estar "de trombas" à vontade sem ter que levar com caloteiros que julgam ter o rei na barriga e ainda ter que os atender com "um sorriso";

A minha sogra faleceu;

Vou de férias em Outubro;

Já estamos a planear as férias do próximo ano;

O meu gato está bem;

Aguardo o fim do mês de Agosto para poder visitar o IKEA;

No inverno vou fazer um peeling para eliminar cicatrizes e manchas;

Passei a usar frequentemente o continente online;

O meu marido está bem, mais falador e presente;

Estou viciada nos batons mate da KIKO;

Não me consigo livrar da "barriga";

Como diariamente papas de aveia e fruta e evito carne vermelha. Não dispenso a minha pizza semanal no italiano;

Não sei que fazer ao meu cabelo;