segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Ai e tal e as férias? Não recomendado a mães sensiveis

Ora bem, FÉRIAS  e FILHOS na mesma frase... Não combina!

Lembrando que o meu filho tem 3 anos e meio passo a explicar:

Isto de estar 15 dias  seguidos, 24 sob 24 horas, com um miúdo dessa idade não são férias, é trabalho psicológico ÁRDUO.

O puto acordava às 5 da manhã...

Segue o pequeno almoço - mãe não tenho fome 

Depois vamos para a praia - mãe tenho fome  

Regressamos ao restaurante - sentamo-nos para comer: mãe não tenho fome 

Mãe quero fazer xixi

Regressamos à praia  e colocamos protector solar -  mãe quero fazer cócó

Regressamos à WC ...

Estendemos-nos na espreguiçadeira para apanhar sol por 2 minutos -  mãe vamos ao mar

Regressamos do mar - tiramos fato de banho e camisola solar, recolocamos protector

Estendemos-nos na espreguiçadeira para apanhar sol por 2 minutos -  mãe tenho sede

mãe tenho fome

mãe tenho sono

mãe tenho quero fazer xixi

mãe ...

mãe ...

mãe...

...
...
...

mãe olha para mim, tenho 39.5º de febre!!!


SOCORRO

3 comentários:

Anónimo disse...

Sera que um pouco de pulso firme, o nao fazer tudo que o miudo quer nao ajudaria? Bem, nao sei, mas quem sabe funcione...

Morango Azul disse...

Não estou a ver como é que "pulso firme" impede que o puto acorde às 5h da manhã (9hrs em Portugal) nem como ajuda na gestão dos "xixis e cócós) e muito menos nas doenças que aparecem do nada e nos deixam noites sem dormir.

Para birras sim, o "pulso firme" ajuda. Também já o informei que se se portar mal vai para outra familia, com outra mãe e com outro pai porque estes não gostam de meninos mal comportados.

Anónimo disse...

O "mae vamos ao mar", por exemplo, que indica outras semelhantes. Precisa ir exatamente quando o menino pede? NAO! Faca as vontades cabiveis do mesmo mas tambem a sua/suas. Nao mata ele esperar para ir ao mar enquanto tu apanhas o teu sol. Mas tu e' que sabes...